quarta-feira, 30 de setembro de 2009

* NÃO HAVER DEUS É UM DEUS TAMBÉM

Ó bem-aventuranças...
Putz, nem 5% dos leitores desse blog votaram na enquete:
“Onde você tem encontrado Deus ultimamente?”

E eu sei por que não tiveram saco pra votar: não se tem visto Deus em nenhum lugar por aí...

Sim, a humanidade é um desastre só.
Mas, vejam, um único leitor O encontrou no céu.
Hunhum... Mas que céu? Das andorinhas e gaviões?
Ou o céu das fantasias virtuosas?

Tenho uma amiga que disse que sempre que olhava para o teto da igreja católica de Lajeado e dava de cara com aquele Deus sobre o filho Jesus ali estaqueado, morria de medo.
É um Deus severo, furioso, punitivo mesmo.

Daqueles que não perdoa pecado médio, o que dirá pecado mortal.
Nas minhas aulas de catequese no tempo do p. Décio também eu sentia medo. Depois fui me acostumando. Nada como uma boa doutrina.

Por falar nisso será que os pecado estão etiquetados “leve, médio e mortal”?
E os castigos, as penitências?

Será que Deus condena até mesmo qualquer transgressãozinha?
Ai, eu sempre acho que tô pecando em pensamento: jogar tomate podre em algum político ou pichar o asfalto em frente da casa de outra...

Pensamentos que talvez me mandem para um purgatório.... E se eu gostar?






Lembro de algo assim “pecar por pensamentos, atos e omissões”.
Li que "pecado é a ação livre e consciente do homem através da qual ele transgride as leis divinas.”
Bom, atirar tomates e pichar não é divino.
É humano.
Me safei.

E aos que votaram, gracias! Vocês dão o toque humano a esse blog desnaturado.
Eis que 5 encontram Deus nas igrejas e templos;
27 na natureza e eu também!
60 através das orações;
21 tão até agora se perguntando: que deus?
Vão queimar as pestanas...


* verso de Fernando Pessoa



6 comentários:

Anônimo disse...

Sem contar os que encontraram Deus em outro lugar ou até agora o estão procurando.

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Lady Laura necessário observar que o Criador a quem chamados Deus não pertence a religião alguma, embora o império de Roma diga ser propriedade sua a figura do Criador. Tolice na qual muitos ainda acreditam, pois temem essas tertúlias flácidas para dormitar bovinos que os padres pregam. O homem criou a religião para tentar explicar sua origem e depois criou a moeda como instrumento de troca. Com o correr do tempo da moeda surgiu o capital e onde se juntarem capital e religião, temos com certeza uma guerra. Assim tem sido ao longo dos tempos. O resto é bobagem. Eu com Ele converso todas as noites quando me recolho ao leito, pois sendo Ele onipotente e onipresente, não preciso comparecer a uma igreja seja ela qual for. Respondi tua enquete.

Róger D'Oliveira disse...

Eu sou ateu e fui testar o poder do Espírito Santo no último Domingo, lá na Universal da Borges de Medeiros. Até agora nada do que pedi aconteceu, e conforme o pretencioso teste,o poder do Espírito Santo mostrou-se ineficaz!

Micro-Man disse...

Róger: prá receberes alguma coisa é preciso DAR primeiro.

Assim no mole nenhum Deus capitalista, agenciado por esta tal de Espirito Santo, pode fazer algo. Tá tudo muito caro!

Volta lá e não esquece de depositar um dimdim na hora do chapéu.

Anônimo disse...

olá, fico feliz com a manifestação religiosa. espero que mais pessoas através da igreja, consigam mansões,carrões importados, lindas mulheres e etc, como eu consegui, tudo documentado e assinado pelo pastor que me garantiu que no céu vou ter isso e ainda sem pagar imposto! viva o capitalismo celeste!

Róger D'Oliveira disse...

Micro-man, micro-man...
Depositar din-din? Naquele saco preto de pano, haviam todas as espécies de cifrão que possas imaginar: cheque, dinheiro-vivo, moedas e até recibo de boleto bancário! Estou pensando seriamente em fundar uma igreja ateísta aqui em Lajeado!