quarta-feira, 18 de maio de 2011

LAJEADO, Ó LAJEADO...

 O programa Contraponto de 2ªfeira, na Radio Independente, que reúne o ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, José Manuel Ruschel, os advogados Nei Santos Arruda e Stefani Bonfiglio e o sindicalista Aurio Scherer, se superou...

Foi bem acessado: 616 acessos até às 11 horas de hoje.
Motivo?  Casamentos homossexuais.
Os debatedores  se posicionaram contra.
Ainda bem que a advogada Bonfiglio é mulher de lucidez e explica tintim por tintim.
Pena que um dos debatedores desafinou:
“Doutora faça o favor de ficar quietinha pra ganhar balinha depois, tá?” 

Leitora do blog se posicionou:

@ Você ouviu esse absurdo na Rádio Independente?
Não deu pra acreditar. Homofobia pública.

http://www.independente.com.br/player.php?cod=13491

Essa cidade é podre mesmo.”

Autoria preservada


É podre sim.
Mais podre do que vocês imaginam... 


ATUALIZANDO:



O colunista e cabelereiro Nilo Scheid conversou com Renato Worm e mandou muito bem.
Acesse:

E até esse momento, 18h23m, de 5ªfeira, foram contabilizados 3.520 acessos no áudio do Contra ponto de segunda-feira.
Que repercussão o caso do preconceito contra casamento homoafetivo. Péssima repercussão.

28 comentários:

Anônimo disse...

Ao que leva a intolerância (me refiro a todos os tipos: religiosas, sexuais, intelectuais, etc)? Guerras, marginalidade, exclusão, revolta...
Ressalvando no que tange à competência ou não do STF para decidir sobre o reconhecimento da união homoafetiva, vale a pena ouvir para ver o quanto estas pessoas que se dizem cultas são ignorantes e intolerantes. E alguns destes machões "religiosos" é tido como um grande homem aqui em Lajeado, hein... Boas referências para nós! Acho que esqueceram alguns daqueles mandamentos.... amar ao próximo, quem sabe??

Eu teria vergonha de ir a uma rádio e encher a boca para falar em tom jocoso sobre algo tão sério!
Respeitar a opinião e as opções dos outros é um ato de humanidade!
Obs: não estou querendo ofender quem compartilha da opinião dos ilustres senhores entrevistados, só quero trazer a reflexão. Ignorar os fatos não os altera!!

Intolerância: um muro gigante que nos impede de evoluir! Pensem nisso!!

Julia Thetinski disse...

Oi Laura!

Não fiquei tão chocada com a opinião desses senhores do que quanto a cara de pau de destacar essa posição publicamente.

Sou cristã, mas ao mesmo tempo sou a favor do casamento gay, pq não? De que forma isso me afeta? Enquanto isso sou contra o adultério, pq ninguém discute isso? A igreja tb é contra e conheço muita gente que já deu suas puladinhas de cerca, ñ?

Sério, não acreditei quando ouvi esses senhores discutindo isso, qdo eles nasceram? Em 1800?

Beijo.

MANEZINHO disse...

Eles são a cara e a voz da sociedade que os cerca. Lajeado tem a maior quantidade de homosexuais que já vi em algum lugar, mas todos, ou melhor, praticamente todos, apresentam uma vida social 'ilibada', bancando os machões. Participam, por exemplo, de times de futebol, pra poder ter um acesso mínimo a sua sexualidade reprimida e doente. Ficam se masturbando mentalmente, se secando, quando tu sai sem camisa na rua. Olhando de canto, pelos retrovisores, pelas frestas de sua personalidade infeliz. Aí, de quebra, pegam uma coitada caçadora de marido, e se vinculam a ela para terem alguma segurança social. Mas na quebrada da noite, ou mesmo das tardes, se enfiam em chats clamando por quem os faça mulher. É bem isso, e perdão se fui um pouco explícito demais em algumas questões mais, digamos, familiares!

MANEZINHO disse...

P.S. meus respeitosw:
- para galera do futebol, que vai jogar bola mesmo, ao invés de ver colega no vesstiário;
-para galera gay, assumida e bem resolvida.

E ainda uma questão para pensar: porque tem tanto travesti na cidade, sabendo-se que, traveca, normalmente, trabalha mais como homem na cama do que como mulher ?

Ismael Caneppele disse...

se esse caquedo não estivesse na portinha da morte juro que me incomodava. em menos de 5 anos tão tudo morto. enquanto isso a gente ri da cara deles.

Anônimo disse...

Meu Deus, "bicharada assanhada", "doutora faça o favor de ficar quietinha para ganhar balinha depois, tá?" Quem este que se diz Dr. Ney pensa que é? Quanta prepotência!!!Que exemplo que stá passando!!!! Observem, vem ao ar sempre para falar bem e se vangloriar da própria família, não encherga um dedo na frente do nariz. Como pode dizer que na sua família não tem homossexual? Como diz a vizinha:"quem diz que não tem, não demora vem."

Anônimo disse...

as pessoas não se deram conta de que o apresentador do programa também pendeu para o lado do advogado renomado. aí já não existe mais o debate. são estes os sujeitos que formam opinião aqui na vila.


aqui jaz uma pretensa candidatura a um cargo eletivo.

Anônimo disse...

alguém me informe por favor se é possivel processar as pessoas que falaram essas barbaridades. me senti pessoalmente violentada por eles, e nem sou gay, sou só civilizada.

Anônimo disse...

O TÃO LETRADO ISMAEL INVENTOU UM NOVO TIPO DE PRECONCEITO: CONTRA OS VELHOS! QUER DIZER ENTÃO QUE QUEM VAI MORRER EM CINCO ANOS NÃO DEVE TER SUA OPINIÃO RESPEITADA?

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Não é de hoje que certos comentaristas ficam dando moral de cuecas. Se as suas opiniões valessem deveriam fazer as coisas corretamente e não apenas falar da boca pra fora. No mais tem sempre uma opinião formada a respeito de tudo e de todos quando sequer cumpre com suas obrigações. Sabem falar o que é certo, mas fazem o que dizem? Quem não conhece te compra. Vamos botar a mão na consciência e aplicar o que dizem aos ouvintes. Quem sabe não se ilude com essas coisas, pois as aparências enganam.

Anônimo disse...

como alguém compara união gay com maconha e pedofilia? pedofilia é crime e maconha é uma droga.

desde quando casar homem e mulher é natural? casar é uma ivenção. natural é procriar, ter fome ...

por que será que o ney arruda não sabe dizer o que lhe ofende na questão gay? por quê? falta de argumentos ou argumentos escondidos?

Anônimo disse...

Tantos problemas em Lajeado, no Brasil. Qtos morrendo de fome, de frio, sem possibilidade de futuro. E os lajeadenses acham que váo resolver o problema de gays, sei lá o que. O mundo náo tem mais jeito mesmo.

Anônimo disse...

Vai ser bacana por um outro lado lado isso das uniões gays , pois certamente os casais ou novos casais , irão adotar crianças abandonadas e dar a elas um lar decente , irá resolver um grande probblema social isso das uniões entre pessoas do mesmo sexo pois mais casais irão existir e com isso , mais famílias..Crianças abandonadas na espera de pais e de uma família existem aos montes e isso começará a ser resolvido..Ou não ?? Existe um preconceito muito grande contra crianças de rua e ou abandonadas e os novos casais passarão a existir na sociedade , certamente serão tbm sensíveis a esse problema social..Tem os velhinhos q estão nos asilos á espera de uma família q os cuide tbm..certamemnte isso começará a ser tbm resolvido , afinal , todos tem direitos perante a constituição e deveres tbm..Vamos esperar !

Cezar Machado disse...

Lajeado é PODRE sim!
E não é só preconceito contra homossexuais. Sou Ateu e me senti ofendido com a fala destes "senhores de bem, defensores da moral e bons costumes cristãos". Quais bons costumes? O Brasil é um país Laico e, caos não saibam o que significa isso, DESLIGUEM A TV NA HORA DO BEIJO GAY E VÃO LER UM LIVRO!!!! Ou trepar numa árvore... se bem que do jeito que a coisa anda, estes "senhores do bem" vão terminar com as poucas que restam.

Carlos Paaschen disse...

Já está na hora desses dinossauros serem extintos! Fiquei intrigado com o posicionamento e ignorância destes convidados "machões", mas fiquei mais ainda com a postura do apresentador Renato Worm sobre o assunto. Até onde eu sei, o apresentador é um moderador que deve ter uma posição neutra quanto aos fatos. Espero francamente que a nova voz ativa da sociedade Lajeadense seja formada por pessoas como a Sra. Stefani Bonfiglio, parabéns!

Anônimo disse...

quero protestar contra os abusos da rádio, do DR nei arruda e desa gente que falou no "contraputo" da indpendente. ESCÓRIAAA, TÔ COM NOJO FÍSICO DESA GENTE.
Me abana, é dessa vez que eu surto, juro.
sou parceira pra organização de um protesto, um não, vários.
Beijo.
Letícia
http://hijadelalagrima.blogspot.com

"Se você não fizer nada, nada será feito"

jo machado disse...

a coisa mais escrota que eu já ouvi na minha vida de 'putão'. foi tamanho papelão desse povo, que eu tive que dar risada. meus sinceros votos de entendimento ao povo lajeadense de mente próspera.

jo machado, putão e eleitor lajeadense.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Edu disse...

Esta repercussão no site da rádio independente foi a maior manifestação coletiva de apoio aos direitos humanos que eu me lembro de ter visto. Pelo menos perto de mim. Encaro isso como uma evolução. Vejo a entrevista do Nilo como conclusiva quanto ao valor debatido, acreditamos em mundos diferentes. Estamos escrevendo o destino do mundo. E a Internet dá voz pra todas as idades. Muitos tabus quero ver cair. Um super abraço a todos os envolvidos neste assunto, e todo mundo que se importe com pessoas. Edu.

Laura Peixoto disse...

Bha, Edu, disse tudo. Obrigada!

André disse...

Os dois lados são podres. O que esses senhores falaram é apenas aquilo que 99% das pessoas pensam. Vá a um restaurante e observe quando entra um homossexual, todos olham, comentam, apontam. Em quantas empresas os gays assumidos são contratados para trabalhar? Hipocrisia pura, inclusive nos comentários.
E esse Nilo? Não gosta de se expor? Que piada! Aparece em tudo que é lugar e faz questão de se mostrar. E também é um baita fofoqueiro! Então, todos nós né, vamos olhar para cada um de nós antes de falar dos outros. Não cobre falta de preconceito dos outros se você tem.

Anônimo disse...

O que leva a intolêrancia é a imoralidade, e a força que essa lei vai dar para os homossexuais agora. Nós vamos começar a enchergar em nossa sociedade
homens com homens se amassandos no parque dos Dicks, nos clubes da cidade, de beijinho no mercado e tal... Eu vou olhar pro meu filho pequeno e dizer olha isso é tudo normal, meu garoto. Eu to vendo que essa imoralidade em breve,é isso que é essa lei vai trazer pro nosso dia a dia. Os velhotes foram mau educados, realmente. Mas se essa lei tivesse só o cunho para equiparação de bens, separação de bens e herança e de patrimonio e tal, maravilha. Agora casar! Se unir!Isso são preceitos biblicos. Não vamos misturar isso. E ainda querem a adoção. Por favor abaixo a essa lei ridicula.

Anônimo disse...

Falar o que Stefani Bonfiglio falou é muito facíl é campanha que a maioria dos meios de comunicação faz. Pessoas mente aberta, falam sem precoceito, buscar a felicidade. Põe na votação popular, quero ver se alguém que ver homem com homem, mulher e mulher, se lambendo pelas ruas e ambientes públicos de Lajeado.

Lucas Fontoura disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

O que não queremos é ver nas ruas e locais públicos, homens e mulheres se agarrando e se lambendo na vista de todo mundo. Deixem isso para o momento entre as quatro paredes.A maioria da sociedade não foi criada para ver esse padrão de comportamento desvirtuado. GLTS sei lá o que mais, respeitem o direito da maioria não querer ver certos comportamentos em público. Comportamento na sociedade deve ser adequado ao local e ao momento. SE quiserem de deleitarem vão para suas casas e fechem a porta. Não vejo isso como homofobia, é apenas querer que os valores morais dados por nossos antepassados sejam respeitados. Quem sabe na próxima geração as coisas sejam diferentes e tudo fica mais light pra todo mundo. Os valores da sociedade mudam com o tempo, respeitem os direitos dos demais. Um dia o sol será para todos. Não queiram atropelar a sociedade.

Laura Peixoto disse...

Ouvi o Nilo no programa do Renato. Falou muito bem. Admiro muito ele e respeito toda sua história de vida.