quarta-feira, 4 de março de 2009

DEU NA CORJA


“O superintendente da Polícia Federal no RS, Ildo Gasparetto, voltou de Brasília com a requisição feita ao Ministério Público Federal sobre os tais documentos e provas existentes nas denúncias feitas pelo PSOL contra a desgovernadora Yeda Crusius (PSDB). O prazo é de 30 dias para ver quem está mentindo nessa história.”

Um comentário:

JORGE LOEFFLER disse...

Lady Laura estou escrevendo desde a praia dos Ingleses aqui em Floripa.
Essa história se assemelha muito ao assassinato do médico Becker que tão logo ficou provado que a munição empregada na execução havia saido de um dos órgãos da segurança pública, simplesmente caiu no esquecimento e assim certamente ficará, tal como a corrupção deste governo e do Detran.
Dona Yeda iráàjustiçadizer que o ?Vaz netoé boa gente etc. Não foi ela quema ssinou a aposentadoria dele quando ainda preso?
Sabemos. pois qual será o resultado. Ninguém vai prá cadeia e não há corrupção no governo.
Corrupção se houver certamente será em nossos lares.