quarta-feira, 12 de dezembro de 2012

ALIVAT: PORTAS FECHADAS

No final da tarde de ontem, às 19h, os escritores da região tinham encontro agendado na Casa de Cultura para Assembléia  Geral Ordinária e eleição da nova diretoria da Academia Literária do Vale do Taquari.
Esperaram mais de meia hora para que a Casa abrisse suas portas. Os escritores vieram de Encantado, Estrela e Taquari, além de Lajeado. Mas as portas não se abriram...
O presidente Deolí  Graff ligou para alguem da Prefeitura e foi orientado para ocupar o Salão de Eventos no segundo andar da prefa.
Antes, uma imagem para registrar o descaso da cultura da cidade para com a ALIVAT.
Em seguida, o grupo se dirigiu a "garage" da prefa. Elevador estragado? Também esse não veio.
E o pessoal encarou as escadas. Alguns com dificuldades.
Seu  Jorge, de Encantado, manteve o bom humor apesar dos 37º...
No hall, o pessoal  ainda esperou por alguem para abrir a Sala.
Todos estavam abismados
com a falta de  consideração com a entidade literária.
Depois que se conseguiu entrar na fornalha, que se conseguiu ligar os splites, Deolí recolheu o banner do atual governo. Dar crédito para que?
Escritores e familiares  presentes na cerimônia.
Mas, Deolí, com razão, proferiu suas palavras, pedindo desculpas aos sócios e dizendo que se sentiu humilhado com o descaso da Casa de Cultura de Lajeado: "A Academia não merece esse tratamento."

Quando saí da reunião,  vi a porta da Casa aberta para vender ingressos para quem quisesse andar de Cedelinho. Vi na agenda da Casa, a data assinalada do encontro. Mas , as aspones disseram que era preciso mandar um ofício para Casa e pegar as chaves com o guarda na guarita. Ou seja: virem-se!

E foi isso.

Ao novo presidente da ALIVAT, Alício de Assunção,  vida longa e muita paciência.

15 comentários:

Anônimo disse...

Que falta de respeito! Ainda bem que os IRRESPONSÁVEIS pela "cultura" de Lajeado vão sumir do mapa. Já era sem tempo!!!

serjao disse...

Realmente uma pena que isto tenha acontecido. Talvez um combinado de mal entendidos, sei la. Mas nunca e bom esquecer-mos que mesmo com todo o "desenvolvimento", "progresso", e um monte de grana rolando em nosso municipio, em certos setores ainda somos e agimos como "terceiro mundo"!

Anônimo disse...

++ Bela Laura: localizei fácil o teu Blog. Vai para minha lista de favoritos. Deduzo que "varal" é porque tu penduras as coisas " sujas, escusas da politica local e regional etambém as coisas boas", certo?
abraços do amigo João Paulo da Fontoura, escritor diletante do livro "Dai Velas Aos Largos Ventos"

Stella Maris Reckziegel disse...

O governo atual está saindo pela porta dos fundos. Está faltando dingnidade e generosidade para com a cultura, principalmente para com os que trabalham em prol da mesma! É uma pena,sinto pela minha cidade!Isso não poderia ter acontecido!

Anônimo disse...

Lamentável. tem gente que gosta de criar polêmica e aparecer. O circo é um local mais apropriado.
Desadequado, inconveniente ... não só por difamar uma ou outra pessoa, mas sim um grupo inteiro, sem ao menos ver o outro lado da moeda.
E onde está a organização desse evento? A alivat, uma entidade que há mil e anos vem realizando atividades na casa de cultura, como eles não sabem que tem que pegar a chave na guarita??
Cade o check list do evento? Não seria conveniente 1 hora mais cedo pra organizar a mesa ou o coquitel que iriam fazer? Ou fazer isso de tarde quando o expediente é aberto ainda. Poderiam ter ficado com a chave.
E o que me diz Sr. Deoli? Não tem nenhum número de funcionário da casa de cultura?? o que faz a casa de vocês no parque histórico que a prefeitura cedeu? O Sr. ligou pra quem?
Pois fiquem sabendo que a agenda que estava marcada estava marcada o "evento´ é uma pré reserva. Nem ao menos protocolaram um pedido.
Casa de cultura não é casa de mãe joana...
E a foto sensacionalista do seu jorge subindo as escadas é demais. Na casa de cultura ia subir do mesmo jeito.
Pensem bem antes de comentar, sem ver os dois lados da moeda...
abraços

Anônimo disse...

Se não for publicar o comentário anterior, recomendo que remova a publicação. Essa cabe um danos morais da boa. Caso fácil pra qualquer advogado meia boca. Testemunhas e provas é o que mais tem. A página já está salva.
abraços e cuidado com as palavras e difamação pra nao ter que se explicar em esferas juridicas.

Anônimo disse...

O Anonimo "porta voz" da Secretaria do Abandono Cultural de Lajeado, está defendendo o indefensável. Sempre vem com a mesma desculpa para encobrir todas as defecadas, o tal "protocolo"; O mesmo de sempre, igual exigiram dos vereadores quando negaram informações em diversas situações, envolvendo especialmente as Concorrências Públicas e Secretaria de Obras. Felizmente o Ministério Publico não engavetou. Tem muita gente preocupada na aldeia. Mãe Joana sim, essa Casa de Cultura, virou a casa da Mãe Joana depois que saiu o Gerson. Colocaram um "tampão" lá que não serviu pra nada ! No mínimo deveria estar presente no evento dos escritores ou pedir desculpas públicas pelo ocorrido, mas não, preferem colocar a culpa na outra parte.

Eleitor Lajeado disse...

Se o CC que perderá o cargo em janeiro e que fez os comentários acima tivesse o mesmo bom senso que acusa a Alivat de não ter, conseguiria ver as coisas de modo menos distorcido.

Perguntas: Como um órgão público com a PML aceita uma pré-reserva e não confirma uns dias antes se de fato vai acontecer? Na iniciativa privada é assim que acontece!

A recíproca é verdadeira: Como a Alivat não confirmou que usaria o espaço?

Como essas reservas funcionaram das vezes anteriores que aquele espaço foi utilizado? Teve ofício confirmando a reunião ou a pré-reserva foi o suficiente?

A má-vontade de uma entidade com a outra misturada a interesses políticos e pessoais e a histórica falta de interesse da PML em eventos que não representem o seu modo de pensar fazem ocorrer episódios lamentáveis como esse.

Não conheço o meio cultural de Lajeado mas me parece que de um lado temos um entidade que se acha muito mais do que de fato representa e de outro uma administração pública que está apeando do poder depois de tantos anos sem entender que a democracia funciona desse jeito.

Anônimo disse...

Concordo com o anonimo defensor da casa de cultura, pois nesse varal nao se lavam só roupas sujas, mas também roupas limpas. Quero ver daqui um ano quantas saudades vão sentir do atual governo.
Ah, pelo que eu sei, o Celedinho é de propriedade do CDL e quem vende os ingressos são eles e não os funcionários da casa.
A Alivat assim como qualquer outra instituição deve seguir as normas, pois não está acima de ninguém para fazer o que bem entende.
Além de não protocolarem o oficio solicitando o auditório da casa de cultura, nem ao menos uma comunicação ou um simples convite.
Má organização, desrespeito com os convidados do evento e a culpa cai em cima dos outros. lamentável.

Anônimo disse...

"essa Casa de Cultura, virou a casa da Mãe Joana depois que saiu o Gerson"...

estás se referindo ao secretário que trouxe o pessoal do tchan? ele voltou ao poder.

Anônimo disse...

vaidades. de quem entra, de quem sai, da alivat, do secretario não convidado.

Anônimo disse...

Não dá para crer que tem gente dizendo que haverá saudades desta gestão daqui a um ano. Os CCs acima, que terão que aprender a trabalhar no ano que vem, tem que se enxergar no espelho, não tem o que defender. É como diz outra pessoa: esta gestão sairá pelas portas dos fundos, e bem quietinhos!!

Anônimo disse, disse...

Olha, a explicação é simples: é que tem pouca gente para trabalhar na Prefeitura nesta época, uns já estão de férias, outros ainda não voltaram, ratos estão abandonando o barco, tá sobrando cargo e falta gente que queriam ser nomeados nesta época...
ia me esquecendo, a Carmem e o Zen faz dias que não são vistos por lá.

O Olho do Linceu disse...

Depois de tanto buchincho, fui a Prefeitura. Não dá para acreditar o que postaram. Sondei daqui, olhei dali e confirmo "A ALIVAT pisou na bola." Desorganização total. Pensam demais para escrever o imaginário e se esquecem de simples obrigações do dia a dia.
O pior é que muitos postram suas opiniões como verdades sem ao menos ir ver o que realmente ocorreu. Se eu fôsse o responsável, dona Laura, eu ia fazer esta turma se reunir lá no coreto da Praça da matriz para aprender a serem organizados.

Anônimo disse...

O que preocupa é que o grupo é da mesma extirpe do partido que vai entrar no poder. Quanto mais desorganização e mais transito através de favores, fica mais difícil depois resgatar as sacanagens. Cultura começa com organização, disciplina, mas isto é tudo que não querem, e como sempre aparece um PeTista rotulando alguma coisa, e desta vez foi "porta voz" da Secretaria do Abandono Cultural de Lajeado.