sábado, 17 de janeiro de 2009

JARDIM BOTÂNICO DE LAJEADO

Tarde de sábado. Povo no camping, na praia...
Jardim Botânico para poucos. Coisa boa. A quietude.
Um jovem casal com sua filhinha...

Um grupo tomando chimarrão no herbário...
Um jovem tocando violão...
Corujas desconfiadas, quero-queros atentos, preás ariscos...
Tranquilo ( ¨ faz falta!?) - até o momento em que o odor de um chiqueiro de porco empestou o ar.
Em paz - até o momento em que uma serraria ao lado, ironicamente, começou a funcionar.

Mas, antes de fugir, observamos as coleções de árvores ameaçadas de extinção, as mudas no horto e fizemos uma trilha absorvendo o mormaço e o cheiro de mato, que sempre equilibra a sanidade.

Vale sugestão?
Plantem árvores, dezenas, no limite do JB com a estrada e no limite com o chiqueiro, para amenizar ruídos e cheiros.


2 comentários:

Anônimo disse...

AMO ESSE LUGAR, ACHO LINDO A CADA DIA, IMAGINO NO FUTORO AQUELAS ÁRVORES PLANTADAS, ENORMES.

Marcos Aurélio Delavald disse...

O JB de Lajeado é um lugar pouco explorado, porque as belezas que se encontram lá, somente podem ser vistas com calma. Coisa que a maioria da população nào tem mais!