quarta-feira, 7 de janeiro de 2009

SEGURANÇA NA BERLINDA

O Comandante da 1ª Companhia de Lajeado, Capitão Hélio Miguel Schauren Junior, encaminhou para os orgãos de comunicação, inclusive o blog, um relatório sobre roubos na cidade.
Nesse relatório não consta registro de assalto a banco na região, em 2008.

O Comandante lista várias ações desenvolvidas no trabalho de segurança: inspeções a estabelecimentos, locais suspeitos, eventos, abordagens e barreiras, cumprimento efetivo dos mandados judiciais; repressão aos pequenos delitos e atos infracionais, principalmente consumo de drogas e pequenos furtos.


Até final de março, a cidade recebe cerca de 30 policiais militares para atuarem em Lajeado e recebe dois Cursos Básicos de Formação Policial Militar (CBFPM), com 60 alunos-soldados cada um.

Pergunto: nossa sensação de insegurança é falsa? É alarmista? É miragem ver os ladrões passando na rua e rindo da nossa cara?A Polícia prende e o Judiciário solta por falta de vagas no presídio?

7 comentários:

O Olho do Linceu disse...

...quando das enchentes, enquanto a cidade na parte baixa sofria o problema, os que deveriam ajudar a estabelecer a ordem no transito estavam na parte alta fazendo abordagens em frente o Antoniazzi. Isto explica tudo. Por ordens superiores as abordagens continuam para engrossar os relatórios de uma suposta pró-ação sem efeito prático. Não adianta festa, prédio novo, oito aparelhos de splits. A "gloriosa" está ultrapassada, parou no tempo e nós engrossando o bolso dos marginais.

Ezequiel disse...

E o problema dos marginais? Quem não foi assaltado em Lajeado ainda? Carro roubado ou arrombado? Fazer blitzes e só olhar a carteira de motorista não deve prevenir muito não. Mas.. é assim...

JORGE LOEFFLER disse...

Pior do que venderem essa tal sensação de segurança é o fato de que mandam uma montanha de brigadianos para a praia. Aqui em Xangri-Lá, estão literalmente brigando por “ponto”. Arrisco a dizer que tem mais brigadiano do que veranista, embora reconheça que tal emprego como força de expressão. O fato é que durante o ano não temos policiamento aqui na praia. É um salve-se quem puder. No veraneio eles vêm em hordas. E quando o veraneio termina voltam junto com o veranista. Resumo da história. Ao contribuinte parece que essa instituição lhe oferece proteção, como disse parece. Eles têm defasagem de 30% no efetivo. Já a Polícia Judiciária tem defasagem de 50% do seu quadro e, como o policiamento deixa muito, mas muito mesmo a desejar, as Delegacias de Polícia sofrem uma sobrecarga de serviço que faz com que pensemos que a instituição seja relapsa. Faz poucos dias Lady Laura elogiou o fato de que mais de 150 brigadianos foram levados de Porto Alegre ao vale a fim de prender alguns “vapozeiros”. Pois quando tal aconteceu, ficou boa parte da Capital sem o policiamento pelo qual o contribuinte paga e muito caro. E mais, a BM está pretendendo fazer atividade típica da Policia Judiciária e para tal conta com atitude do MP que julgo irresponsável. Por que digo isto? Simplesmente porque temos uma constituição em que está mais do que claro que a única autoridade policial é o Delegado de Polícia, sendo os demais agentes daquela autoridade, incluindo-se o brigadiano do soldado ao coronel, sem distinção. O MP dá asas e eles querem fazer vôo solo. Assim não dá. E esse general de pijama que esta na secretária não fede, nem cheira, bem ao gosto de dona Yeda. Do jeito que vai isto ainda vai dar merda. E depois não digam que não foram avisados.

Anônimo disse...

É incrível como tem gente que acha que vive na Suíça... onde os policiais tem equipamentos, bons salários, efetivo em número condizente... ah, e o mais importante: atendem aos suíços!!!
É fácil criticar, alguém já foi até algum quartel da BM conversar com aquelas pessoas (porque na real, podem não acreditar... mas são pessoas iguaizinhas às outras, ou à nós mesmos...)e conhecer o trabalho!!!

Ah, mas a gente não conta, eu não quero me envolver... o problema da segurança, da enchente, do terreno baldio, do calçamento esburacado, não é meu, só olho e cobro!!!

Será que estamos certos!!??

Quando TODOS falham, a BM leva a culpa!!!

E OLHA QUE PELA REPORTAGEM OS ÍNDICES BAIXARAM... imaginem se um dia piorar!!!

E por fim, aos que pensam que moram em uma cidadela de 50 anos atrás... imaginem quando Lajeado crescer e se tornar um pólo regional (helloooou...)!!! aliás, o OLho de Linceu critica por estar abordando... imagina se estivesse tomando chimarrão ou passeando de viatura ou parado olhando o movimento!!!
Não, estavam trabalhando!!!

Acordemos, vamos fazer a nossa parte, criticando, mas também informando,colocando-nos à disposição, conhecendo nossos policiais e o trabalho desenvolvido.

JORGE LOEFFLER disse...

Eu já fiz minha parte por mais de trinta anos. E continuo, como cidadão, fazendo minha parte, quer ligando ao 190 comunicando fatos que sei estejam ocorrendo. Mas na quase totalidade das vezes a resposta que me é dada é a mesma, ou seja, a viatura está atendendo ocorrência e irá demorar.
O que a BM faz é relações públicas e marketing, muito mais do que qualquer outra coisa e infelizmente poucos percebem tal. Tem ela na grande imprensa um excelente aliado, vez que anualmente promove uma festa com entrega de prêmios para reportagens sobre ela mesma. É fácil, pois apanha o dinheiro vivo no tesouro do estado, coisa que a Polícia Judiciária não pode. Na madrgada de 29 para 30 do mês passado retornava de Porto Alegre a para a praia, depois de participar da festa de encerramento de ano do site do Prévidi, quando vi, em Viamão um Chevrolet novinho com apenas o motorista entrando naquela cidade e era do 9º BPM. E o acompanhei durante boa parte do percurso e cheguei a andar a mais de 120 km/hora para poder acompanhá-lo.Havia somente o motorista.
Se a memória não me trai o registro era 8262. Já que há quem os defenda, mesmo sendo enrolado, vou começar a entregar mesmo, não me escapa nenhum.
Conseguiram compreender?

Lajeado Brilha disse...

Talvez se cortarem o chimarrão a coisa melhore...

Anônimo disse...

Mas que novela em torno dos splits, se fosse qualquer outra instituição, aposto que não haveria comentários, conheço as pessoas que trabalham lá, e sei o qto trabalham. Parou no tempo?...o que é isso?...qualquer um sabe que nada é perfeito, em lugar algum, mas será que só o que sabem ver é coisas negativas, nunca vejo um comentário de apoio, afinal, são pessoas que se arriscam para nos proteger. Como é fácil criticar...