quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

EMAIL DESABAFO

@ nada tenho contra os bichinhos, mas amo acima de tudo a minha filha
e ultimamente, tem sido mto perigoso pra ela andarmos nas calçadas aqui do meu bairro, porque seres humanos estúpidos (sempre deixo claro pra ela que a culpa não é dos cães e sim dos donos lajeadenses escrotos) deixam os seus cães de guarda furiosos em condições que são no mínimo um pânico e mtas vezes um risco pra gente.
cães separados da calçada por cercas frágeis e que se lançam latindo contra a cerca na nossa direção e cães de grande porte SOLTOS!


hj de manhã para chegarmos a uma pracinha, atravessei a rua pq de um lado já tínhamos pegado um cão solto. daí passávamos na frente de uma casa e lá longe estava um pastor alemão e a sara começou a choramingar que estava solto. como a casa não tinha nem muro, nem cerca, NADA, eu não acreditei que o tal cão estava solto...e não é que daqui a pouco ele se levanta e vem correndo e latindo em nossa direção! a guria gritando apavorada, estragou nosso passeio, ela não quer mais andar na rua e além de tudo não pode mais nem acreditar qdo a mãe diz que não há perigo...
eu reclamei e a dona ainda me mandou "ir com deus" - o deus dela só pode ser o DEMO EM PESSOA, NÉ?

sinceramente, eu to pensando em começar a sair com spray de pimenta na rua; sei que é uma medida meio extrema, mas pergunto, o que se pode fazer? os donos dos cães já deixaram bem claro que, bons lajeadenses que são, acham arrogantemente que podem fazer o que bem entenderem....

o que se pode fazer? há lei que regulamente isso? pra quem reclamar? que medidas tomar
como me defender?


não tenho medo dos cães de rua, porque esses já se acostumaram com os transeuntes, claro. o meu problema são os que são criados para odiarem intrusos, pq afinal são cães de guarda, e com esse ódio ficam soltos c livre acesso a todos os pedestres....
help! “

Email preservado

6 comentários:

Anônimo disse...

Ter cachorro virou moda..
Moda de tôsco , mas virou moda !
Como Lajeado e região vivem imitando outros lugares e suas modas , virou essa zona..
Passa a moda e os imbecis soltam "sem querer" os cães prá alguém pegar na rua , ou se lixa prá o que o cão faz e aí vira nisso do mail desse post que reclama com razão da baderna..
Essa de cachorro aos montes poelas ruas das cidades é a legítima coisa de Xirúzão metido a esnobe do vale do taquari...

Anônimo disse...

Parece que vai ter um tal de Censo para animais, vão identificar através de chip o histórico e o proprietário, e as empresas só poderão vender ou doar mediante o chip..a que ponto chegamos de precisar fazer isso!
Nós, população parece que cada vez nos importamos menos com os outros, se não não precisava nada de controle se cada um cuidasse do que é seu.

Mariá disse...

chegou ao cúmulo de pequenos adesivos identificando os menbros da família, colado na trazeiras dos carros, incluir seus animaizzzzinhos.

Anônimo disse...

cara, tudo bem, informação e descontentamento pertinentes, mas do modo que alguns falam parece que os problemas do mundo estão todos em lajeado, como se apenas aqui existissem problemas com animais. esta é uma questão nacional. assim como na caça as bruchas, as pessoas buscam sempre um bode expiatório, aqui o problema é a cidade, habitantes etc., critiquem, mas com fundamentos e não preconceitos/inseguranças.

Luís Galileu G. Tonelli disse...

Acho que como o blog visa trazer notícia da cidade e região, nos fundamentamos em reclamar do que vemos e vivemos.

Róger D'Oliveira disse...

Um recadinho para esta alma perdida: querida, coragem somente depois de enfrentar o medo. Medrosa, pela tua vida inteira, se continuares a desviar das balas perdidas. Cuidado: cachorro sente quem o evita. Eis um pulguento falando...

*...bah laura, tri tupiniquim teu blog.