quarta-feira, 28 de dezembro de 2011

NOVO PREFEITO DE LAJEADO


...mas só até dia 17 de janeiro de 2012.
 a prefeitura será conduzida por Sedinei Zen.
A prefeita legítima, dona Carminha, se afastou para tratamento de saúde até 25 de dezembro. Depois emendou férias até 17 de janeiro.

Vai Zen, inventa algo para ficar na história dessa cidade...

Mas por falar em tratamento de saúde, que relação interessante essa entre poder e câncer: Chaves, lula, Dilma e agora Cristina Kirscher, com câncer.
  • Sim, o o poder somatiza.

8 comentários:

Lucas disse...

O Presidente do Paraguai, Fernando Lugo, também teve câncer recentemente.

Jeferson disse...

O Zen não inventa nada. Ele é o baluarte da velha oligarquia que reina em Lajeado a quase 20 anos. Dele não virá nada novo, ao contrário, tentará fazer voltar em evidência aquelas velhas figurinhas já carimbadas: Cláudio Schumacher, Valdir Gisch, Fornari, Betinho Kolling ...

Zen é o futuro do pretérito.


Acredito que somente os imigrantes de outros municípios, que hoje se estabeleceram em Lajeado, poderão fazer algo de positivo pelo município e, isso, nas urnas. Afinal, esses não estão contaminados pelo "alemãonismo".

Que venham os "brasileiros", os pardos e mulatos e construam uma nova Lajeado.

Karla disse...

Desculpe, Jeferson, mas o que tem a raça a ver com tudo isso??? Desde quando alemão é ser sinônimo de retrocesso e falcatruas? Até onde tenho conhecimento, todos somos "brasileiros" ou será que desaprendi a ler e na minha carteira de identidade está escrito outra coisa? No meu ponto de vista é exatamente esta sua visão que atrasa tudo! Como exemplo veja outros municípios bem administrados governados por "alemães" ou "italianos" ou " "... não é a raça que se deixa corromper e sim o ser humano, independente da cor ou credo...

serjao disse...

Pois e, tambem notei a tremenda coincidencia relacionada entre "poder" em paises sul americanos e cancer.Profissao perigosa essa tche. Deve ser o "stress". E na America, Europa...tambem? Hum hun..hum,hum....

Anônimo disse...

Karla, o "alemãonismo" que o Jeferson citou se trata do conservacionismo e curralismo que existe na região e, em especial, em Lajeado. Veja o exemplo de Estrela: é bem mais antiga que Lajeado, mas o poder dominante das famílias locais fazem questão que Estrela não cresça. Outro exemplo, Teutônia : tenta arrumar emprego em teutônia sem falar alemão... E isso é típico de cidades de colonização alemã. Vá para a serra gaúcha, onde as cidades são bem mais novas que Lajeado, e veja o verdadeiro exemplo de pujança.

Anônimo disse...

não basta apenas reclamar? quer dizer que a novidade agora é ser racista?
quanta ignorância.

o problema é que isso não me surpreende mais. afinal, em Pindorama, a moda é ser ignorante.

Maica disse...

Vou me meter onde não devo, mas, vai aí...
Achei bem interessante um depoimento do Lula, onde ele diz que se ele, ou a Dilma, ou qualquer outro político não nos remetem a imagem "perfeita" de um político, nós mesmos devemos tentar ocupar esse posto.
Concordo em partes com ele. O nosso sistema não anda nada bem, mas imagina o Brasil sem "democracia"...já vivemos numa anarquia com governos, imaginem sem...
Como ele diz, não adianta não gostar de política, criticar e cruzar os braços, se é uma realidade que não vai mudar, já que "tudo" na vida é política!
Se realmente são todos corruptos e desgraçados, acho q "nós", que nos julgamos cidadãos de bem, devemos ter coragem de nos candidatar e tentar mudar essa realidade, sem nos corrompermos, é claro!!!
2012 tá aí, quem sabe ainda dá tempo...

Anônimo disse...

É, Lajeado é uma cidade grande, mas com uma mentalidade pequena...