segunda-feira, 14 de novembro de 2011

DO MEU BLOQUINHO...

Minha mãe mora empilhada no edifício da direita.
Ta pirando com a barulheira ao lado há mais de ano.
Não é possível q os vereadores ñ apresentem uma lei que proíba a construção de prédio praticamente colado um no outro. Vão dizer q em outras cidades tb é assim. Mas ninguém precisa copiar a estupidez humana, precisa?

5 comentários:

Thaty Maldaner disse...

Pois é Laura, eu concordo com você. Minha situação é parecida. Mas não é um predio do lado apenas. É um do lado, mais um na frente desse, mais uma casa na minha frente, mais um centro comercial na esquina. Tudo na mesma rua. "JP no Hidráulica" É poeira, barulho, música alta desde as 6h da manhã dos bobocas dos pedreiros que não repeitam aquelas que dormem até as 7h. Enfim a rua vira bagunça e ninquem aguenta mais. Isso está assim a mais de um ano e parece que vai longe.

Laura Peixoto disse...

Nem me fala, guria... Deve passar uns 8 anos q a gente não sabe o q é NÃO ouvir um tambor misturando cimento ou marteladas aki na rua. fora os radios mesmo... Mas isso tudo é o PROGRESSO de lajeado. Ô progresso...

Lajeado Classic´s disse...

Sou natural de Caxias do Sul e resido em Lajeado a 11 anos. Às vezes, parece que voltei no tempo... Voltei para a Caxias do Sul no fim dos anos 70 e começo dos 80´s, com um crescimento maluco. Lajeado é a Caxias do Sul da vez. Esse é o preço do "progresso" e da vida relativamente fácil, onde tudo se encontra a nossa volta. Temos que pagar esse preço. Mas existe uma solução: se mudar para uma pequena cidade da metade sul do estado, onde nada cresce.

Vlad martines disse...

Permitam-me contrariá-los.
.
Penalizar a obra da esquerda é uma injusto.
.
O prédio da direita foi construído colado na divisa, sem recuo, ou seja, se há algum prédio que poderia reduzir tais transtornos é o da direita.
.

Anônimo disse...

É, quando construíram a casa de vocês nenhum vizinho se incomodou será também?