quarta-feira, 23 de fevereiro de 2011

ALEX THOMAS: 25 ANOS DE DOR

26 de fevereiro de 1986.
Atlântida. Três horas da madrugada. 
Frescor da noite e tranquilidade permitiam a caminhada na avenida Paraguassu, entre as praias de Xangrilá e Atlântida, no litoral do Rio Grande do Sul. Cena comum até hoje: rindo e conversando voltavam para casa três adolescentes. Na época, Clarice, Leandro e Alex.

  Vinham eles na descoberta alegre da vida sem preocupações por uma praia ainda tranqüila nos anos 80. Na frente de uma casa, uma senhora, a filha e  um rapaz observam de longe o trio faceiro que sequer havia bebido uma cervejinha para descontrair.


“Passei três dias chorando em casa, sem tomar banho, sem comer quase nada.”
 “Essa dor não se supera nunca. Com o tempo, a dor ameniza. A solidariedade ajuda, mas nada faz esquecer. A gente não pode se martirizar e não se consegue mudar as coisas.”

De repente, um Monza e um Fiat Panorama.
De repente aqueles rapazes não tão jovens quanto eles: 
o office-boy Bolívar Canabarro Tróis Netto, 20 anos, que já respondia inquérito policial por lesões corporais; 
o estudante Daniel Sanches Hecker, 19 anos, 
o bancário Carlos Alberto Fiad do Amaral, 22 anos, 
e o funcionário da Assembléia Legislativa, Cid Olivério Borges, 19 anos, com antecedentes policiais e todos integrantes da Gang Praça da Matriz, de Porto Alegre. Com eles, mais três menores: 
Fábio Delapieve Bressan (17), 
Márcio de Freitas Nunes (16) e 
José Carlos de Azevedo Moreira (15), o Zé do Brinco. Todos encaminhados para Febem.
Do nada, a vontade brutal do grupo de espancar, de humilhar, de machucar.
 .
“Procurei centro espírita, um médium em Caçapava, uma psicóloga que orientou a pensar nas coisas boas que vivemos. Procurei tudo que fosse possível para buscar conforto.”
 “Nada traz o filho de volta. Com essa data, as dores vieram de novo. A gente sabe que não é a única que vive esse sofrimento de perder um filho. E cada pessoa tem o seu tempo de luto. Eu sempre terei dois filhos. Só que um não está mais comigo.”

Clarice foge assustada, Leandro se desespera e tenta ajudar Alex, que tomba com um soco no rosto. Os dois se separam. Mais socos e um golpe final no peito do lajeadense, causando a ruptura do seu pulmão, do coração e fraturas nas costelas. Cid Borges, o responsável pela “voadora”. 
 “Perder um filho é diferente do que perder um irmão, um marido, os pais. Perder o filho é a maior dor do mundo.
É um sentimento que não tem palavras para descrever.
É uma ferida para sempre: às vezes abre, às vezes, fecha.
Mas ela sempre está ali.”

Alex Thomas ainda não completara 17 anos. “Não houve um motivo” – consta no processo.
 “No primeiro Natal recebemos mais de duzentos cartões de todas pessoas e todos lugares possíveis, até de um presidiário. Mas o nosso Natal nunca mais foi o mesmo e nunca mais passei  a data com minhas irmãs e seus filhos. Tudo perdeu o sentido.”

O julgamento aconteceu no dia  13 de junho de 1988 e durou 24 horas.
Bolívar Canabarro Tróis Netto – 9 anos de prisão em regime semi-aberto.
Daniel Sanches Hecker – absolvido, em tratamento na Clínica Pinel.
Carlos Alberto Fiad do Amaral – 8 anos de prisão em regime semi-aberto.
Cid Olivério Borges – 12 anos de prisão.

Logo, logo, todos estariam em liberdade e tocando suas vidas.
 “Nunca os pais de qualquer um deles nos procurou. Nunca.
Nem os Direitos Humanos. Nunca.
Perder um filho é horrível, mas ser mãe de um assassino...”

25 anos atrás: o mais triste dos nossos verões.

“O Alex  era torcedor do Inter, mas jogava no Greminho do Tiro e Caça. Aqui, as luvas de goleiro... As medalhas... A camiseta... A gente tem que aprender a conviver com a saudade.”

Entrevista: Nersi Thomas.
Fonte: “O Caso Alex”, de Lígia Steigleder, Ed. Sagra.

64 comentários:

Chimarrão disse...

Olhe Laura!! Esse caso foi na época uma repercussão só. Não havia muito disso e a gente aqui do Vale do Taquari ficou consternada com o fato que sem dúvida foi cruel, frio e sanguinário. Hoje essas notícias são banais, diárias e já não têm a repercussão de antes. Será que os corações estão virando pedra, ou é a rotina que torna os fatos menos fortes. A verdade e que caminhamos com o medo ao lado, enquanto a sociedade assiste a inércia das autoridades para mudar uma lei que puna com severidade os assassinos de nossos filhos. Só quem sente na pele essa situação consegue medir a extensão do estrago feito. Ainda há esperança, se houver vontade de uma sociedade mais justa e segura de se viver. Abraços!!!

Anônimo disse...

Alex Thomas! DEUS GUARDA OS HERÓIS!

Anônimo disse...

Bolivar Canabarro Tróis Netto, hoje é gerente da Rádio Alto Taquari de Estrela....quem sabe ele possa procurar essa mãe e pedir perdão....O fato de ele estar por perto, não é por acaso...quem sabe?

Anônimo disse...

A cukpa desse bandidos estarem soltos é da psicologia fdp dos tais Direitos Humanos..
Esses vagabundos todos citados no post tão nem aí prá quem quer q seja..A nossa sociedade é culpada disso tbm , pois dá até bons empregos prá gente assim...
Lamentável........E vai piorar..Pode anotar Laura..
A tendência é só piorar , pois as leis estão do lado dos bandidos e os advogados tbm ajudam os defendendo pelo dinheiro..
Nunca se viu tanta bandidagem fazem o que quer , onde quer e nada acontecer..
Só vai prá cadeia : Pobre , Preto e Puta como diziam no passado...
Bosta total isso !

Márcio disse...

Lembro bem do choque que nos causou o caso na época. Morava a uns 100 metros e o via todos os dias passar em frente de casa. Como ele era morador novo na Almirente Barroso e eu tinha uns quatro anos a menos, não cheguei a fazer amizade, mas ele sempre estava alegre e com amigos. Participei da caminhada em protesto e recordo dos cartazes preto e branco, muitos com seu rosto e a tremenda tristeza e revolta da população. Foi uma marcha silenciosa. Havia muita gente nela.
E, como cita o "anônimo", Bolivar Canabarro Tróis Netto é hoje gerente da Rádio Alto Taquari de Estrela. Mataram e estão soltos por aí e com bons empregos. Isso é muito injusto!!

Anônimo disse...

Nasci em 1982 e era um guri ainda quando o fato aconteceu. Mas foi algo tão marcante que sempre soube dessa história, embora não soubesse quem eram os assassinos. Havia até um papo de que o ator Ricardo Macchi era um dos envolvidos. Pelo jeito, não se confirma! Fraternal abraço aos familiares, que certamente sentem a perda deste jovem todos os dias.

Alexandre Luiz disse...

Sem Palavras. 25 anos se passaram e noto que já nos acostumamos a atos de selvageria. Tirar por tirar a Vida de um Jovem, de um Indio, de um Mendigo de uma Prostituta.... É a divina comédia humana, Que Deus nos Ilumine a Todos!

karina disse...

enterrrar um filho é tambem morrer.quem sabe a dor nao tem como explicar.esta mae é valente como a minha.cada dia,a cada cheiro, a cada sabor remetem aquele que aqui nao esta.coragem para ir adiante morrendo a cada dia por eles .
parabens as maes que sao capazes de gerar e de enterrar em filho.

Anônimo disse...

Ele não é mais gerente da Alto Taquari de Estrela, parece que muddou-se para Arroio do Meio ou Encantado, mas continua no meio radiofônico.

Anônimo disse...

Nao podemso mudar o que aconteceu com o Alex, mas podemos mostrar que nao queremos estes criminosos em nosso meio. Vamos reagir em protesto a quem der emprego a estes criminosos que deveriam estar atras das grades. Se alguem souber do paradeiro do Bolivar Canabarro Tróis Netto e de onde ele trabalha, divulguem. Deixem de usar os servicos de quem lhe emprega ou se neguem a ouvir a radio onde ele trabalha. Ele pode estar solto mas...deve saber das consequencias.

Luis Neto disse...

Meus sinceros sentimentos! Tinha 12 anos quando essa barbaridade ocorreu. O tempo passa, mas a lembrança do Alex permanece em minha memória. Impossível esquecer essa demonstração de covardia do ser humano (se é que podemos classificá-los de ser humano) com outro ser humano! Bom encontrar na internet esse canal que mantém a memória de Alex Thomas.

Rejane Ewald disse...

Acompanhei todos os momentos da Nersi (Na época, colega da EE Fernandes Viera), Betina(Irmã do Alex) e Walter (Pai de Alex e primo meu)e lembro , com emoção, do sofrimento da família, mas também, do espírito de solidariedade da nossa Lajeado. Acompanhei os júris e todas mobilizações em favor de maior justiça, com destaque à emocionante caminhada (luminosa e silenciosa) pela paz organizada pela EE Fernandes Vieira.Quero ressaltar a brilhante atuação do Dr. Ney S. Arruda junto à Promotoria e o orgulho que tenho pelas pessoas de nossa terra. Embora,...ironicamente, em outros momentos, precisemos nos questionar sobre a falta de humanidade de certos humanos. Rejane Ewald

Pita disse...

A dor está entocada na parede da memória de Nersi. Uma mãe que encontra nas paredes o alento. A infância de Alex, num retrato maior, expõe a beleza da criança. Ninguém da época esquece o caso. E se há alguém por quem os sinos dobram, eles badalam o nome de Alex...

Matéria estilo literário no Informativo de Sábado. Eu que fiz. Andréia Rabaiolli

Anônimo disse...

pois é...
não sabia muito bem desta história , mas agora que entendi bem , fiquei chocada...foi de uma brutalidade sem tamanho, gente que so quis fazer o mal...parece que esse cara o bolivar ta morando em encantado..tem que boicotar ele, ja saiu um reportagem lá falando disso... td mundo tem que saber, apontar ele na rua...assasino

Anônimo disse...

Faltou o nome do Ricardo Macchi!

Anônimo disse...

afinal o ator participou ou não?

Anônimo disse...

BEM PESSOAL, EU CONCORDO QUE A DOR DE PERDER UM FILHO É A PIOR DOR DO MUNDO, NÃO ESTOU AQUI PARA ME COLOCAR NO LUGAR DE NINGUEM, E NEM MESMO DE QUERER JUSTIFICAR NADA ABSOLUTAMENTE, A MINHA ÚNICA INTENÇÃO, É MOSTRAR QUE EXISTE UM OUTRO LADO, LEMBRO QUE OS JOVENS DA GANG DA PRAÇA, TBM ERAM MUITO JOVENS DESREGRADOS,REVOLTOSOS E ARRUACEIROS, MAS ERAM MUITO JOVENS, FAZIAM PARA SE AUTO AFIRMAR COISAS DE ADOLESCENTES MESMO. OCORREU UMA FATALIDADE SIM, MAIS OLHEM BEM UMA COISA EU CONHEÇO O BOLIVAR, CONHEÇO O PAI DELE A MAE DELE, SÃO UMAS PESSOAS MUITO BOAS, HUMANAS DEMAIS SUPER DO BEM A MÃO DELE É SUPER RELIGIOSA, O PAI DELE UM SENHOR MUITO BACANA ,MAS QUE SOFRERAM E SOFREM COM ISSSO ATÉ HOJE,NÃO COMO A SENHORA MÃE MAIS A DOR DE VER UM FILHO PRESO TBM É MUITO RUIM,PELO QUE SEI TODOS CUMPRIRAM SUAS PENAS E ISTO CUSTOU E CUSTA MUITO PARA O BOLIVAR ATÉ HOJE. VCS ACHAM QUE ISSO SAIU DE SUA CABEÇA? VCS ACHAM QUE O FATO ACONTEÇIDO,SE ELE PUDESSE HOJE NÃO MUDARIA TUDO ?
POIS DIGO PESSOAL, O BOLIVAR É UM CARA QUE AJUDA TODO MUNDO, É UM CARA SUPER TRABALHADOR E É PERSEGUIDO ATÉ HOJE POR ISSO.TEVE ESTE DRAMA NA VIDA, SEI QUE NÃO VAI JUSTIFICAR A SUA DOR MÃE, MAS A SENHORA TEM QUE ENTENDER QUE ELE PAGOU E SEGUE PAGANDO. NÃO CULTIVE ODIO E RANCOR, EU SEI A DOR QUE ELE TRAZ NO PEITO, E TENHO CERTEZA QUE ELE NUNCA LHE PROCUROU ATÉ PARA PEDIR PERDÃO POR QUE TEM MEDO DA REAÇÃO QUE ISSO PODERIA TRAZER, MAS ELE TEM VONTADE DE FAZER ISSO.
QUE DEUS LHE AJUDE E COMPENSE A SUA DOR COM MUITAS FELICIDADES,
E QUE A SENHORA POSSA UM DIA PERDOAR UM GURI,QUE COMETEU UMA BURRADA, MAS QUE HOJE É UM CARA QUE SEI SE PUDESSE DAVA A PROPRIA VIDA PARA SALVAR O SEU FILHO.

Anônimo disse...

o assassino fábio delapieve trabalha no trt de porto alegre, servidor público; como pode um assassino ser pago pelo dinheiro público? e ainda chefe de seção? assassino na cadeia.

Anônimo disse...

Sim, esse Fábio Delapieve Bressan hoje é Diretor da Secretaria da 15 Vara do Trabalho de Poa e conselheiro do Inter, a sorte dele que quando assassinou o Alex Thomas ele tinha 17 anos e por ser menor nao foi condenado e ficou apenas 2 anos na Febem, como por ser menor nao ficou na ficha dele essa condenação e pode entrar para a Justiça do Trabalho, ele é daqueles func. públicos que tem várias gratificações incorporadas da época que ainda podia isso, tem um enorme de um salário pago pela população a esse assassino.

Anônimo disse...

Esse fabio delapieve bressan eu conheço. É um covarde, um cagão, uma vez numa partida de futebol ele fez uma falta violenta em mim e parti pra cima dele no campo de futebol da ESEF DA UFRGS. Não preciso dizer que esse lixo que só bate em menino caído e com um monte de "segurança" em volta, fugiu, sendo que colegas apartaram e não deixaram que eu desse uma lição nele. Mas, tenho fé, que D'us dará essa lição. E vamos apontar eles nas ruas sim...para sempre...pra que ninguém esqueça isso nunca. Proponho batizar a 15 Vara do Trabalho, onde ele está, de Vara Alex Thomas, para que ele nunca esqueça!!!

Anônimo disse...

Sim, ele é diretor no TRT e está no facebook. Como pode um Juiz aceitar um Diretor desses???? Só no Brasil! Mas sempre dizem que existe alguem maior acima de nos e ele tem um filho, quem sabe, um dia ele não lembrará muito do Alex Thomas.

Lana disse...

Num geral, todos se deram bem na vida e quem continua a sofrer é a familia deste menino que foi assassinado por motivo imbecil. O XX continua marginalzinho, drogado, dá calote em todo mundo, continua brigão, arrumando confusão... ou seja... nem uma morte nas costas serviu para a tentativa de fazer dele uma pessoa melhor, preferiu a continuar sendo um lixo em forma de humano.

Anônimo disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.
Anônimo disse...

Quem trabalha todo dia indo às varas da Justiça do Trabalho, quando adentra a 15ª, onde é diretor de secretaria, o Sr. XX seguidamente depara-se com o perfil autoritário e arrogante desse servidor. Penso também que uma das formas de puní-lo com a devida justiça, ou seja, proporcional ao crime brutal que ele cometeu, seria denominar a 15ª Vara de ALEX THOMAS. Não é aceitável que essas mãos sujas de sangue inocente, continuem atuando como se nada houvesse acontecido. Outra alternativa, seria aos juízes daquela justiça, a determinação de retirá-lo do atendimento ao público, pois a cada vez que nos confrontamos com figura tão repulsiva, a vontade que dá é mencionar o nome do menino assassinado. Eu, particularmente, sinto nojo, revolta e impotência diante de sujeito desprezível. Quanto à mãe, parentes e amigos do Alex, deixo minha solidariedade e respeito, sabendo que quando perdemos um filho, um pouco de nós morre também a cada dia. A maior e infalível justiça é a consciência de cada um, inclusive a dos assassinos.

Anônimo disse...

Alguém sabe em qual cemitério de Lajeado está enterrado corpo de Alex Thomas ?

Silvia disse...

Foi nessa época que aprendi a fazer passeatas e a protestar.
O Forum de Capão da Canoa era na av. Paraguassu esquina com a rua Maranguab. Quando trouxeram os monstros para audiência, estávamos na frente do forum, com faixas e cartazes. Durante todo o tempo da audiência ficamos em vigilia e gritávamos: assassinos, queremos justiça!
O policiamento da cidade foi reforçado. Alguns dos monstros foram trazidos numa Kombi, que quase foi tombada pelos mais exaltados.
Em junho de 1988 foi realizado o julgamento nas dependências da Sociedade Amigos de Capão da Canos- SACC -. A cidade parou; policiamento ostensivo e uma multidão em frente a SACC durante todo o julgamento. Não assisti ao julgamento. mas muitos que assistiram comentaram da frieza dos assassinos. Dizem que a família de Dani louco possuia uma casa na rua Guaraci aqui em Capão; não sei se era verdade, mas uma casa nesta rua icou fechada muitos verões.
Deixei de ler Paulo Hecker, pois era muito contraditório livros que falavam de amor e ser pai de um ser como Dani louco.

Zezo disse...

O Cid Olivério Borges trabalhou como CC nos governos de Rigotto e Yeda, na Secretaria da Saúde, protegido da Sra. Neusa Kempfer, quandidata a prefeita de Santa Rosa na ultima eleição municipal e a deputada na eleição passada. Acabou sendo exonerado na metade do governo yeda. Intimo do deputado e ex-secretario Osmar Terra.

Anônimo disse...

Sim, o idiota do ator participou também, pois, na época lembro numa foto do Jornal Zero Hora a gangue entrando em um camburão da PM e aquela coisa que se diz ator, estava com a cara de assustado com um casaco cobrindo as mãos, não sei se tava algemado por ser menor, vai se saber. Era época de outro crime barbáro o do deputado Daut. E esses projetos de pessoas, há, se vão pagar? Claro que vão, não pense eles que deus deixará essa barbárie passar em branco.

Ivani disse...

Sou totalmente solidária com ambas as famílias: a do jovem assassinado e com a dos assassinos, porém, o crime que eles cometeram não tem perdão e justificativo. Foi gratuito, eles não foram ameaçados. Fizeram porque são pessoas más, de índole muito ruim. Talvez as famílias não tenham culpa de terem gerado esses monstros e devem sofrer por isso. Infelizmente terão de carregar essa dor para sempre, a exemplo dos pais do jovem assassiando.

Anônimo disse...

prestamos nossa solidariedade ao infortunio dessa famila decente que teve sua s vidas abaladas por essa tragedia, por esse barbaro crime, cujos criminosos jamais deverão ficar impunes pela sociedade. dom quevedo, de uruguaiana

Anônimo disse...

Conheci este Cid porque o pai dele é natural de Noroesto do Estado. Quandoi havia festas nas terras de um ti lá estava o "ilustre deputado" com seu filhinhop que já era prepotente e mal educado. Criado com tudo que queria. Acabou com a carreira política do pai que nem pra síndico de prédio se elegeu novamente. Este é o preço quese paga ao não saber criar filho.

Anônimo disse...

Todos estes "vermes" estão sendo dilacerados internamente por suas podres consciências, que ao longo dos anos vai espalhando as bactérias da ignorância, do ódio e da covardia, cultivadas em seus infectados âmagos, para o resto de suas ignóbeis e fétidas carcaças, consumando-se assim a melhor de todas as "justiças": Aquela que mata à míngua. Foram, são e sempre serão: TODOS ASSASSINOS!!!
Força, mãe! Teu filho estará sempre em nossos corações, já estes, além de serem excomungados pelo PAI ETERNO, são ODIADOS por todos, independentemente se estiverem no TRT4, radiozinhas do interior, etc., pois para onde todos eles irão (um aliás já foi), ninguém gostaria de ir. Abraços.

Anônimo disse...

QUE A PAZ E O AMOR DE DEUS ESTEJAM NO CORAÇÃO DE TODOS VÓS!
SOU MÃE, E TUDO QUE MAIS PEÇO AO NOSSO GRANDE PAI, É QUE NADA DE RUIM ACONTEÇA AS MINHAS FILHAS. E ACHO QUE ISSO É O NORMAL DE TODAS AS MÃES. NÃO POSSO NEM IMAGINAR, O TAMANHO DA DOR, DE UMA MÃE QUE PERDE UM FILHO, NÃO HÁ PALAVRAS QUE POSSA DESCREVER. POR OUTRO LADO, ACHO QUE EM PROPORÇÃO MENOR, MAS IGUALMENTE DOLORIDO, DEVE SER PARA UMA MÃE QUE CRIA UM FILHO, COM TODO O AMOR E CARINHO, DANDO-LHE TUDO QUE JULGA SER PARA O SEU BEM ESTAR E CRESCIMENTO, DE REPENTE VÊ-LO COMETER UMA ATROCIDADE DESSAS. PORÉM, COMO DISSE UMA DAS PESSOAS QUE AQUI OPINARAM, NÃO SE PESA MUITAS CONSEQUENCIAS QUANDO SE É JOVEM E DESAJUSTADO, E SER UM JOVEM DESAJUSTADO, NEM SEMPRE ESTA ASSOCIADO COM A EDUCAÇÃO QUE SE RECEBEU DOS PAIS. CONHEÇO MUITOS CASOS DE PESSOAS QUE FORAM CRIADAS EM FAMÍLIAS RESPEITOSAS, REGRADAS, COM VALORES E MUITO AMOR, ACABAREM DESVIRTUANDO PRA UM LADO TOTALMENTE OPOSTO A ISSO. MAS O QUE EU REALMENTE GOSTARIA DE MANIFESTAR AQUI, É QUE NÃO CABE A NENHUM DE NÓS JULGAR, E TMB, QUE A JUSTIÇA NÃO É SOMENTE ESTA AQUI DA TERRA, ACIMA DE NÓS TODOS EXISTE UMA JUSTIÇA DIVINA, A QUAL NINGUEM PODE ENGANAR, OU DELA SE SAFAR, E O UNICO QUE PODE NOS JULGAR É DEUS. A NÓS, SERES HUMANOS, SÓ NOS RESTA A DIFÍCIL TAREFA DE PODER PERDOAR.
RESPEITO A MANIFESTAÇÃO DE TODOS AQUI, MAS ESSA É MINHA OPINIÃO.

Anônimo disse...

Bem, a sensação que tenho é que todos os assassinos foram PREMIADOS:

Ricardo Macchi (que tenho a infelicidade de ver seguidamente fazendo compras no Zaffari da rua Cel. Bordini, Moinhos de Vento, POA)ganhou R$ 400 mil para fazer aquele comercial imbecil com o Dustin Hoffmann (tenho certeza que o grande ator americano não foi devidamente informado sobre quem era seu colega de cena, se não, não teria aceitado, creio). Na época ele era menor, rico, etc, nada de ruim aconteceu com esse asco em forma de gente.

O Cid Olivério foi premiado diversas vezes com empreguinhos de CC por políticos da região de Santa Rosa. Atenção, nunca votem neles! Osmar Terra é um, mas não o único.

O Bolívar vem de uma família de advogados e juízes, federais, inclusive. OU seja, nada de mal vai acontecer a ele, neste país de Mer... E ainda tem a desfaçatez de morar no Vale do Taquari. Creio que ele faz isso justamente para atirar na cara das pessoas, tipo: "viram só, seus idiotas, matei e estou bem vivo"

O Fábio Delapieve Bressan, todo mundo sabe, é diretor da 15.ª Vara do TRT em POA, conselheiro do Inter, etc. Ganha gordos vencimentos. Não sei se é verdade, mas é bem provável que seja, dizem que ele não é concursado e sim um CC, mas está há anos na função pois é protegido de juízes. A família dele é de Jaguari e eles não tem vergonha nenhuma do filho, pelo que sei.

Não sei se é um dos assassinos ou um homônino (vá ter a infelicidade de ter nome igual a assassino...) TALVEZ seja médico acupunturista em POA. COMO DISSE ANTES, não sei se é o maldito ou alguém com o mesmo nome, por isso não o cito.

Ignoro o que ocorreu com o filho do poeta e tradutor Paulo Hecker Filho (falecido em 2005), Daniel. Na época menor, e alegadamente com problemas mentais, foi internado na Pinel (na rua Santana). O Daniel Louco, como era chamado, tb usava drogas (como todos os demais integrantes da gangue da Matriz, diga-se). O pai era considerado um intelectual brilhante, apesar de algumas asneiras ditas, tipo que o ditador soviético (e assassino de milhões) Stálin havia sido um grande homem. O avô, advogado (sempre eles...) foi um dos mais conhecidos espíritas da Porto Alegre do início do século XX e é nome de rua na Capital.

Ignoro o que aconteceu ao outro acusado, mas deve ter vida mansa, como todos os outros.

"Aqui se faz, aqui se paga" é um ditado muito ruim. Melhor seria: "Aqui se faz e nada acontece".
É por essas (e POR MUITAS OUTRAS) que não acredito mais em DEUS, nem na dita JUSTIÇA, tenho pavor de ADVOGADOS e JUíZES e lamento muito ter nascido neste país infeliz chamado BRasil, em que a qualquer hora e a qualquer momento, nós e nossas famílias, estamos a mercê de monstros como estes. E de monstros que os protegem e os acobertam.

João - PORTO ALEGRE

Anônimo disse...

PERDER UM FILHO É UMA DOR INIMAGINAVEL, AINDA MAIOR DA FORMA COMO FOI A MORTE DE ALEX, ESSA DOR SOMENTE A MAE SENTE, SOMENTE ELA SABE QTO DOI, MAS DEVEMOS REZAR PROFUNDAMENTE PARA QUE O ESPIRITO DESSE MENINO DESCANSE EM PAZ,ÓDIO, RANCOR SÓ ATRASAM SUA EVOLUÇÃO. QTO AOS AUTORES COM CERTEZA A LEI DA VIDA JÁ ESTA FAZENDO-OS PAGAR, AS PESSOAS ESTÃO ACOSTUMADAS A VER STATUS, IMAGEM, MAS POR DENTRO DE SUAS ALMAS EXISTE UM GRANDE ARREPENDIMENTO, CONHECE PESSOALMENTE UM DOS INTEGRANTES,E SEI QUE TUDO QUE ACONTECEU NA SUA VIDA ERA SOMENTE SUPERFICIAL, PARA CONTENTAR A SOCIEDADE E SEU EGO.
DEVEMOS LEMBRAR TBEM QUE HOUVE VARIOS PARTICIPANTES NESTE CRIME BARBARO, NAO SOMENTE BOLIVAR COMO É CITADO, SE VAMOS FAZER JUSTIÇA COM PALAVRAS FAÇAMOS COM TODOS NAO SOMENTE COM UM.

Anônimo disse...

Sou Lucas, tenho 21 anos e sou natural de Lajeado, mas, moro em Venâncio Aires. Obviamente, não era nascido na época do crime. Hoje, dia 05/06/2012, olhando um programa do SBT, vi o Ricardo Macchi como participante. Sempre que esse ator aparece na TV, minha mãe comenta: olha aí um dos assassinos do Alex Thomas! Sempre me perguntei se isso fazia sentido ou não. Procurei por tudo na Internet sobre o caso. Nada que diga com todas as letras que ele tenha participado desta chacina. Consegui muitas informações e cada vez que vejo uma foto do Alex ou da família, me sinto bastante triste porque, além de jovem, era um irmão Lajeadense. Infelizmente, de lá para cá, as coisas só pioraram em relação a criminalidade. Eu, por exemplo, dificilmente saio à noite sozinho e mesmo acompanhado, estou sempre atentos às voltas. Lamentável. Bem, a mensagem que deixo é que não os estagnemos. Esse banal, e até mesmo, ridículo crime (pois sim, tirar a vida alheia a troco de nada é algo absolutamente ridículo) não pode e não será esquecido NUNCA! Repressão aos envolvidos!

Laura Peixoto disse...

Lucas, conforme o processo, Ricardo Macchi não participou do assassinato.
Dizem q fazia parte da gang da Matriz de Porto Alegre. Mas na noite do crime não estaria com o grupo.

Anônimo disse...

É REVOLTANTE SABER QUE NINGUÉM FOI PUNIDO, estão todos com excelentes cargos, vivendo no meio da sociedade tranquilamente...Famílias ricas e influentes, este é o Brasil!!!!
Pergunto: Provavelmente todos constituiram famílias, será que gostariam que a historia acontecesse com eles e que os assassinos ficassem soltos pelas ruas????

Anônimo disse...

Como alguns de vcs são ignorantes!!! 1° o ator Ricardo não participou do crime
2° vcs realmente acham que estes rapazes não sofreram??? que ainda não sofrem??? ele erraram sim... mas todo mundo merece uma 2° chance!!! claro que ninguem tira a dor desta mãe que perdeu um filho... ELES TÊM TODO O DIRETIRO DE RECOMEÇAR SUAS VIDAS, DE TRABALHAR... PODEM TER CERTEZA QUE TODOS SE ARREPENDERAM DO QUE FIZERAM...

Anônimo disse...

Ignorante é você, covarde, se escondendo atras deste sistema juridico sujo brasileiro!
Se realmente acredita que todos pedem errar e merecem uma 2° chance. Isto dá o direito a algum meliante também assassinar cada um dos envolvidos, e se arrepender, e recomeçar?
Deveria ter vergonha de defender assassinos.

Roman disse...

Em fevereiro de '86 eu tinha 5 para 6 anos, mas imagine a repercussão do caso a ponto que eu tenha lembranças do fato. Meu irmão, nascido em '70, tinha a mesma idade do Alex na época, recordo meus pais dizendo que poderia perfeitamente ser ele.

Não acho que os criminosos mereçam uma segunda chance. A vida é dura com os inocentes, o garoto Alex não teve segunda chance, sua família não teve segunda chance. A vida deve ser tão dura ou mais com os culpados. A justiça deve ser feita independente das opiniões de tolos que se crêem benevolentes falando em perdão e arrependimento. E não é para vingar a morte do garoto, mas para defender a sociedade. Com a impunidade existente no nosso país é impossível sentir-se seguro.

Eu gostaria de ver um site permanentemente no ar divulgando os nomes, fotos atualizadas e paradeiros desses caras para que todo mundo saiba quem são e possa repudiá-los. E se as autoridades tirarem do ar, colocar tudo de novo.

Raphael disse...

Tive a infelicidade de encontrar Fábio Bressan junto a 15º Vara do Trabalho de Porto Alegre. Face uma burocracia idiota, que só aquela vara adota, tive uma discussão com ele em razão de sua arrogância.... Mencionei o assunto com um funcionário do TRT, quando, para minha surpresa, foi informado que se tratava de um 'ASSASSINO' de um dos casos mais famosos do Rio Grande do Sul. Pesquisando na internet vi que o mesmo ficou impune, em razão de ser menor de dezoito anos quando do fato. Vejo o comentário datado de 18/07/2012 neste blog, em que algum Anônimo postou "vcs realmente acham que estes rapazes não sofreram???", e sinceramente, com esta experiência, digo que NÃO! Me convenço que a função pedagógica das medidas sócio-educativas é uma piada.. Espero que esse cara tenha pesadelo todas às noites...

Luiza disse...

Só queria dizer que esse não foi o único crime cometido pela "turminha". Tinha 15 anos de idade na época, e vivíamos apavorados, pois nas saídas das festas do Leopoldina Juvenil sempre estava a gangue da matriz. Eles não precisavam de motivo, apenas sorteavam as vítimas. Em uma das festas, um reveillon, atacaram um de meus amigos com golpes de corrente na cabeça. Meu amigo teve que ser submetido a uma cirurgia para colocação de uma placa no crânio. E nenhum dos "queridinhos" pagou por isso. Nojo é o que sinto por estes "homens". Pânico é o que quero que sintam diariamente, cada vez que olharem pros filhos - que provavelmente já colocaram no mundo - e pensarem que podem ser vítimas da mesma violência que causaram em sua juventude. Meus sentimentos à família do Alex. Laura: parabéns pelo blog, que não deixe nunca esse grotesco episódio ser esquecido.

Anônimo disse...

Sou mais velho que a grande maioria de vocês. Lembro bem do acontecido em 1986. Sou formado em Direito e também acho que todos merecem uma segunda chance, mas as penas que foram atribuídas a esses CRIMINOSOS é uma vergonha. Tinham dinheiro e por isso conseguiram contratar bons advogados e como aconteceu com alguns até não serem investigados (vide Ricardo Macchi). Que estes protestos desta semana (contra o aumento das passagens de ônibus) seja o início de uma nova era, onde não haja impunidade. Sou servidor público e tenho vergonha de ter ao meu lado um assassino comandando um cartório judicial. Que as pessoas não se esqueçam desse caso. Minha solidariedade a família do Alex Thomas.

Anônimo disse...

Isso era 07/1985 , eu e meus amigos(eramos 11 guris)fomos a uma festa no veleiros do sul, clube localizado na zona sul de POA . Nos eramos do extremo norte da cidade e buscavamos diversao .O fato de chegarmos em grande numero , provavelmente chamou a atencao dos integrantes da matriz .Ainda dentro do clube , iniciaram as primeiras provocacoes e agressoes , com total indiferenca dos segurancas , que conheciam os porcos da matriz .Notei o perigo que nos cercava e decidi ir embora , e o fiz . Sorte p/ mim , pois na saida meus amigos foram linchados pelos matrizeiros ,cerca de 25/30 covardes , todos carregando algum tipo de arma , que pudesse causar dor ou algo mais .Foram roubados tambem, carteiras e calcados .Um amigo perdeu 1 olho , outro seus dentes , 1 suas costelas e mais............
Esses caras frequentavam festas , apenas com a ideia de provocar brigas .Escolhiam os grupos menores ou garotos de tamanho inferior . Muitas vezes , usavam suas proprias" garotas" , p/ instigar uma situacao como pretexto p/ um ataque e consequentemente surrar suas vitimas . GAROTOS PODRES , filhos de pais porcos .
NADA ACONTECEU P/ ELES .
Eu estava na praia (Imbe) , quando o Alex foi morto por eles . Eu senti senti por ele , e pelos pais dele . Coitado do Alex , ele tinha a minha idade e um rosto amigo . Eu chorei muito por ele .
Dificil falar em perdao p/ os (hoje) homens da matriz !
Eles nao foram punidos ...... nao existe justica no Brasil .
Se tu eh um chinelo pobre , entao a justica funciona , caso contrario seras um beneficiado matrizeiro .
Hoje , nao mais moro no Brasil , sinto vergonha de ser brasileiro e nunca mais voltarei . Aqui se vao 12 anos no exterior .............
Fe em DEUS Dona Nerci !

Como moro no exterior , muitas de minhas palavras nao contem acentuacao . Eh o computador ingles .Desculpem me !

Juninho disse...

https://www.facebook.com/fabio.delapievebressan

Aí está o tal de Fabio Bressan. Xinguem-o como eu o fiz.

Anônimo disse...

Ricardo Macchi defende-se.
http://www.youtube.com/watch?v=PSpfiV4BOD0

ALPES VERDES disse...

Este caso me impressionou muito na época, eu veraniava em Atlântida, tinha 12 anos e estava na praia.Mas o mais triste é que hoje o Cid Borges tem face e é amigo do Bolivar. No mínimo eu teria vergonha de me expor.Fico pensando no que Alex deixou de fazer, conhecer experimentar, pq? Pq um bando de psicopatas interrompeu tudo em uma noite de verão que tinha tudo para ser despreocupadamente feliz, como eram os verões dos anos 80.

Francisco disse...

Matrizeiros merecem segunda chance? Como assim "segunda " ?? Quase todos COM ANTECEDENTES !!! Brigavam só pelo prazer de brigar. Vocês querem dizer décima quinta, décima sexta chance..É isso?

Anônimo disse...

Olha como os assassinos do alex thomas estão sofrendo também!!

Foram na Copa do Mundo!!
https://www.facebook.com/photo.php?fbid=735441699854773&set=pb.100001668481366.-2207520000.1404272638.&type=3&theater

Anônimo disse...

Hoje Ricardo Macchi é candidato a Deputado Federal pelo Rio Grande do Sul,certamente sua proposta será segurança pública!

Anônimo disse...

Eu tenho uma filha, e sei o que significa cogitar a péssima possibilidade que nosso mundo cheio de criminosos mostra todos os dias, e mostrou pra esse pobre rapaz, que terminou trucidado sem motivo nenhum por um bando de criminosos playboys.
Existem direitos humanos, mas eles devem servir para pessoas. Esses criminosos deixaram de ser pessoas desde que cometeram esse homicídio covarde.
Não sei o que eu faria se eu estivesse no lugar da família do Thomas. Só sei que, já que a Justiça não se sentiu nem um pouco sensibilizada com a morte dele, eu também não me sensibilizaria nem um pouco com a integridade física de assassinos como esses, e acho que eu iria atrás deles e tentaria fazer justiça. Acho que eu iria atrás de cada um, um por um, e tentaria justiçá-los com a mesma violência com que mataram o Thomas. E não importa se eu ia correr risco de vida, nem importa se eu fosse ser preso se conseguisse justiçá-los. Eu acho que o que eles fizeram foi imperdoável, e gente desse tipo, pelo menos até onde eu entendo, não merece viver nem um dia mais. Se eles ainda vivem, isso é um cochilo da Justiça, que não sabe prender gente que tem dinheiro. Essa é a verdade.
Eu acho que a única Lei capaz de punir gente dessa espécie é a Lei do Olho por Olho. Somente. O resto é conversa fiada. E, sim, acho que a dor pela perda de um filho é a pior das dores que se possa imaginar. Isso foi um crime que ainda clama por vingança, e quando falo de vingança, não estou falando em tentar prender esses caras. Tentar prendê-los deu no que deu, e todos viram que o resultado não foi nem de longe proporcional à morte do Alex.

Anônimo disse...




















































































meu nome é Luciano em 1986 ano do crime eu tinha a mesma idade do menino Alex.Eu lembro bem do terror que esse bando de covardes,assassinos,calhordas tocava em frente de saidas de boates clubes de festas eles eram muito temidos por garotos como eu naquele tempo bastava uma olhada para ser agredido covardemente e até roubado por esses canalhas eles eram como se fossem os bondes de hoje em dia. Existia uma outra gang bastante temida os tanderquetes da restinga eram um bando de covardes na maioria das vezes 50 integrantes agredia uma pessoa só a socos e pontapés. Eu não entendo isso já se passaram 29 anos da morte do pobre Alex e o poder publico não fez e não faz nada pra mudar a situação, deveriam ter leis duras e rigidas neste pais para que canalhas covardes como esses não ficassem impunes. Quero dizer a voçês assassinos do menino Alex: voçês agora estão numa boa vivendo tranquilamente suas vidas na pura impunidade, porem da justiça divina voçês não escapam quando todos voçês morrerem irão direto pro inferno, que é o lugar onde as almas de covardes como voçês deve ficar por toda a eternidade,desejo o pior pra voçês lá que sofram bastante.O que voçês fizeram não tem perdão isso é falta de deus no coração.Aos familiares,amigos e principalmente a mãe de Alex o meu abraço apertado as minhas condolências tudo de bom pra voçês.Aos assassinos o meu desprezo eterno, e tudo de mal pra voçês. 08 de junho de2015


























































Tânia Ferreira disse...

Eu tinha então 20 anos. ALEX THOMAS é um nome que jamais saiu ou sairá da minha lembrança. Passei noites sem dormir pensando na dor daquele menino. Tenho um filho de 19 anos e a impressão de que o nascimento dele foi ontem. Por isso, imagino que 29 anos depois a dona Nerci sinta exatamente a mesma dor daquele. Eu que não o conhecia, sinto uma dor estranha, uma vontade de voltar no tempo, uma interrogação enorme sobre tudo o que o Alex teria contruído, todo o amor, toda alegria que teria ofertado à família, amigos, namoradas que ele não pode ter porque, pelo menos 7, monstros colocaram um ponto final na vida dele gratuitamente. Ao que tudo indica essa era a diversão dos matrizeiros. E ainda assim tem gente que falacem segunda chance. Eu pergunto: Qual foi o crime que o Alex cometeu que a ele não foi dada segunda chance? Aliás, não foi dada chance alguma, apesar da "justiça" ter desqualificado o crime, alegando que ele poderia ter previsto a agressão e se defendido. Como defender-se de um bando de marginais?! Ele era apenas um garoto de 16 anos. Durante todos esses anos eu me perguntei onde estariam esses assassinos, se teriam seguido suas vidas normalmente, casado, tido filhos, enfim, se fizeram tudo o que não permitiram o Alex de fazer; viver. Espero que carreguem esse peso por toda a eternidade e que paguem aqui de alguma pelo que fizeram. Espero que morram lembrando das últimasvpalavras do Alex:" Por favor, não me batam mais, eu estou morrendo. Não me importa qual profissão exerçam, para mim são e sempre serão os ASSASSINOS do ALEX THOMAS.

Anônimo disse...

Hoje o assassinato de Alex Thomas completa 30 anos e não vi o Jornal Zero Hora mencionar nada a respeito disso. Que vergonha. Mídia porca. Interesseira. Aliás, o famoso Zé do Brinco trabalhou no Grupo RBS, se não me falha a memória, em 1998. E o que mais me revolta atualmente, é ver esses vermes matrizeiros ostentando nas redes sociais, principalmente no facebook, vide Borges Cid Borges, Carlos Alberto Amaral, Bolivar Neto, Daudt de Azevedo Moreira José Carlos, Fabio D Fabinho, ...

Laura, parabéns pela criação deste blog.

Anônimo disse...

Na época tive apenas 4 anos de idade.
Minha infância foi traumática pelo triste ocorrido.
Cresci com medo de andar pelas ruas do litoral sozinho, minha mãe sempre usava este caso para me proteger e sem perceber, acabava me traumatizando.
Não consigo entender como tem gente que acha que os assassinos merecem segunda chance.

Fica em paz Alex Thmaz.

Sandro Moran disse...

Brasil, país da impunidade....

Sandro Moran disse...

A segunda chance a qual alguns hipócritas citam deve ser para que eles não matem uma segunda vez. Uma já está bom.

Anônimo disse...

ATENÇÃO: Obtive a informação de que um dos assassinos do Alex, chamado Marcio de Freitas Nunes que era de menor na época, hoje vive tranquilamente na Praia do Rosa em Imbituba -SC. Em seu perfil em rede social usa o nome de Salaka Freitas Nunes.

Anônimo disse...

Olá, fomos a um restaurante chamado Santo Sabor na Ppraia do Rosa em Imbituba - SC, o atendimento foi péssimo, más o pior foram as ameaças e menosprezo do dono para conosco. Resolvemos então, procurar saber o porque de tal tratamento e qual a identidade do proprietário. Em rede social ele se identifica como SALAKA de Freitas Nunes, más seu primeiro nome é Marcio; o que nos fez tentar descobrir um possível motivo para que usa-se nome diferente em rede social. Para nossa surpresa Marcio de Freitas Nunes é um dos assassinos do Jovem Alex Thomas. O caso ocorreu em 1986 e Marcio ficou impune por ser de menor de idade.

Sandro Moran disse...

Claro, ele inclusive está na fila para ser canonizado.

Sandro Moran disse...

Nosso sistema bizarro permite esse tipo de aberração.

Sandro Moran disse...

Está bem de integrantes do círculo íntimo o Osmar Terra.

Sandro Moran disse...

Sim, eles inclusive serão beatificados e posteriormente canonizados.