segunda-feira, 14 de março de 2011

LAJEADENSE: PASSADO E FUTURO

Inauguração do “novo” Lajeadense em 5 de agosto de 1962.
Carlinhos Muller – Calofa – aguardando o momento de passar a bola para o vice-prefeito de Lajeado, Benó Scherer  e o árbitro Aparício Viana e Silva, no jogo contra E.C. São José.

Arquivo Gelcy Spohr Müller

Vai demorar mais um pouco para o chute de inauguração do novo estádio do Clube Esportivo Lajeadense, na divisa com Cruzeiro do Sul, previsto para o dia 3 de abril.

Ontem, em entrevista  à Rodrigo Conte, na Radio Independente, o presidente Nílson Giovanella disse que problemas ambientais, muitas rochas no solo, o próprio fator climático,  ajustes na terraplanagem de 12 metros de altura, inversão da posição do campo em função do sol, falta de mão-de-obra e vários outros fatores contribuíram para o atraso na obra.

Por enquanto, gramado e goleiras, vestiários e arquibancadas para 6 mil torcedores estão concluídos, mas ainda falta a parte elétrica e hidráulica no estádio. A nova arena prevê elevador, restaurante, setor administrativo, entre outras acomodações.


Arquivo Gelcy Spohr Müller

Os planos de inauguração previam um jogo contra o Internacional de Porto Alegre, em partida válida pelo Gauchão. Agora, a opção continua sendo o estádio do Florestal, sendo que a Prefeitura de Lajeado já se comprometeu a instalar mais arquibancada para a torcida.

Inicialmente orçado em 3,5 milhões , o novo Lajeadense deve passar dos 5. A diretoria está tranqüila porque tem cacife para bancar a conclusão. E ainda deve sobrar no caixa.

Data da inauguração? Talvez em junho.


2 comentários:

heinz disse...

aguardemos, pois...
interessante é q na 2ª foto o olhar se perde no horizonte sem fronteiras...
em tempo: imagino q o gandulinha vai de novo passar a bola pro vice...ou a carminha já tá treinando com o rangel pra fzr bonito?!

serjao disse...

Em 1955, o Clube Esportivo Lajeadense fez uma campanha para angariar fundos, instituindo um concurso para o primeiro "mascote" da equipe(acho que foi o primeiro). A cerveja Perola doou o trofeu, de prata, muito bonito. Varios garotos participaram mas no final, o "pega" ficou entre o Sergio "Pingo" Martini e este que lhes escreve. Com 14.902 votos vendidos (acho que a vovo comprou metade,rss,rss)ganhei o concurso.Talvez, quem sabe, como uma homenagem postuma a meu pai Ernani (Lajeadense fanatico), falecido em 1953. Ainda guardo o trofeu aqui em casa, como tambem a foto da entrega do mesmo das maos do Sr. Loivo Muller, na epoca presidente da equipe. Abracos.