segunda-feira, 19 de abril de 2010

DIA DE QUEM MESMO?




* As tribos dos índios Carijós e Charruas foram dizimadas no estado.

* A cidade de Benjamim Constant do Sul ocupa a 8ª posição no ranking das dez cidades brasileiras com a maior população indígena do país.

* No estado do Rio Grande do Sul existem cerca de 15 mil índios, destes pouco mais de 1.000 são Guaranis. Ao todo detêm 0,3% do território gaúcho, enquanto a média nacional é de 12% do território. Os Guaranis recentemente tiveram suas terras reconhecidas e pela primeira vez, vislumbram a possibilidade de deixar os acampamentos em beira de estradas.


* Ainda resistem no estado, cerca de 4.100 índios Kaigangs, distribuídos nos postos Cacique Doble, Ligeiro, Nonoai e Guarita, Serrinha, Vontouro, Monte Caseiros, Inhacorá, e Borboleta, esta última área ainda não reconhecida, todos nos municípios do extremo noroeste do RS.

* Os Kaingangs aguardam a indenização dos governos federal e estadual aos agricultores em quatro áreas para poderem voltar a suas terras. A demora já levou a vários conflitos na região.

* Em Lajeado,RS, a prefeitura do governo Carmen - Zen, do PP, quer transferir mais uma vez os índios do bairro Santo Antonio para outro local ignorado: na minha cidade, os índios atrapalham a construção de um presídio ou de uma indústria naquele local.

5 comentários:

Mozart disse...

A Prefeita foi quem deu as casas para os Ìndios , também transporte escolar , também médico e agora vai contruir um centro educacional em mais uma área ao lado . O projeto presídio em Lajeado nunca teve o apoio da Prefeita sem primeiro desativar o do Florestal e se caso vier para Lajeado os índios continuarão sendo tão bem tratados e locomovidos para outro lugar que concordem como têm sido os ótimos diálogos entre o Cacique Odilor , Promotor Federal Dr. Nilo e Prefeita com o Sec. Mozart .
Estudamos também a possibilidade da parada de ônibus velha dos Dick ser transformada em ponto de venda dos índios e de artezões .

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Lady Laura errado está este comentarista, pois a cidade é que banca, logo a Prefeitua não deu coisa alguma, já que nada saiu de seu bolso.

E dizer que este imenso país a eles pertenceu e lhes foi tomado de forma vil e covarde. E hoje quando algum õrgão público faz algo por eles há alguns que tem a pretensão de dizer que deram, quando estão lhes retribuindo uma parte ínfima daquilo que hes foi tomado.

heinz disse...

ah, também demagogia demais com índio não dá!
porque dentro dessas, eu mais meus trocentos primos vamos querer indenização pela prisão sem motivos de meu avô, em 1942, que foi violentamente vilipendiado pela nação, ficando preso por quase dois meses só porque tinha uma winshester em casa e não gostava do getúlio ! e também por minha avó que foi obrigada a aprender português em poucos dias! uma afronta!! e nessa fila de indenização por manco daqui, caolho de lá, também quero minha casquinha, minha casinha, minha blábláblá...

tem mais uma coisa: até onde eu sei, isso aqui não era a área daqueles índios que foram abrigados lá no santo antônio/jardim do cedro! então se é pra ser justo com eles, que se mande eles de volta lá de onde vieram, ora bolas !

Carol Gostosona disse...

O Mozart é um idiota!

A prefeita "deu" as casas para os índios com o dinheiro que é de todos os cidadãos lajeadenses, dos nativos inclusive.

Nenhum de nós, descendente de europeu - alemão, italiano, português, tem o direito de achar coisa nenhuma acerca desses índios. E eles, por sua vez, não devem esperar caridade.

EL VINGADOR disse...

Demagogo, mas não do Aurélio: "Aquele que fica com sua bunda gorda sentada no sofá lendo manuais cheios de palavras bonitas pra serem reproduzidas em público depois"
Na prática? Um boçal !