quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

+1969 * 2009

Estimados leitores, distantes...

Os foguetes já começaram aqui em Lajeado...
Seria uma tentativa de afastar as energias negativas nos céus da cidade?
E pra você? Foi um ano bom? Ruim? Fomos mais felizes? Menos?
O que virá pela frente? Vamos sobreviver à crise? Vamos ser pais? Vamos ser avós?
Vamos nos apaixonar novamente? Vamos abandonar os vícios?
Vamos ser mais pobres ou mais rico? Vamos para o céu ou para o inferno?
Vamos ser menos alienados e mais solidários?
Vamos perdoar?..
Observo que na mídia, o cinqüentenário da Revolução Cubana é louvado... De novo o rol de prós e contras com a previsiva VEJA a salivar sua ira tentando fazer a cabeça de seus leitores. Médicos conhecidos debocham da medicina praticada no país, esquecendo de suas próprias fraudes e limitações. Mas ninguém contesta o índice quase zero de analfabetos. Grande coisa: em Estrela e Teutônia também.

Mas, só Yoani, no seu blog Geração Y, vivendo em Cuba, tem autoridade para desmistificar seu país. Enquanto espera por um cabo submarino que ligará Venezuela a Cuba, para conexões (ou revoluções?) internéticas, Yoani critica o governo de Fidel.

Leia em
http://www.desdecuba.com/generaciony/


Vale pesquisar... Em 2009, muitas outras datas serão lembradas como o cinqüentenário de morte do compositor Heitor Villa-Lobos, autor da belissíma Trenzinho Caipira e Bachianas nº 5.


Outra data marcante que a imprensa brasileira deve explorar em 2009: os “Anos de Chumbo” no Brasil da tortura e horror, do medo e censura. Ano do cínico Emílio Garrastazu Médici e seus slogans “Brasil, ame-o ou deixe-o" ou "Ninguém segura este país".


Assim como vai recordar os 40 anos d’O Pasquim, jornaleco que denunciava e debochava dos subterrâneos do poder por meio de uma impressionante tiragem de 200 mil exemplares, no tempo em que muitos viviam a euforia do “Milagre Econômico”, patrocinador da devastação via Rodovia Transamazônica e da colossal Ponte Rio-Niterói.


É o ano que vamos ouvir falar dos 40 anos de miss Brasil de Vera Fischer; os 40 anos do milésimo gol de Pelé e os 40 anos em que o homem pisou pela primeira vez na lua. O meu avô jurava que era mentira. Dos americanos. Assim como dizia que o Brizola voltaria e seria presidente do país.
1969... Ano em que Roberto Carlos gravou a música "Debaixo dos caracóis dos seus cabelos", logo após visitar Caetano Veloso no exílio em Londres.

2009 também vai marcar os 40 da peça Hair que trazia um elenco de pelados, entre eles, Sônia Braga. Daquele ano em diante, com ajuda da pílula anticoncepcional disseminada, comportamentos e regras seriam banidas pelos jovens brasileiros, inclusive em Lajeado.
Também acredito que para os cartunistas seja um ano fértil: afinal, 69 ...



Na literatura, o Brasil viverá o centenário da morte de Euclides da Cunha, autor de Os Sertões. E os 20 anos sem Aurélio Buarque, o pai do dicionário Aurelião, e sem o poeta Paulo Leminski (foto). 15 anos sem Tom Jobim... E claro, os dez anos sem João Cabral de Melo Neto, autor de Morte e Vida Severina.


A nação musical vai lembrar os 20 anos sem Nara Leão, sem Raul Seixas, sem Gonzagão, mas em compensação vamos festejar os 80 anos de vida da principal atriz brasileira, Arlette Pinheiro Monteiro Torres, melhor, Fernanda Montenegro.

Muitos para homenagear por conta da vida ou da morte.

E nós - aqui no ó do mundo - vamos lembrar o quê?
Abra todas as janelas e portas de sua casa.
Deixe 2008 se ir com as interrogações e dúvidas.

QUE VENHA 2009
COM TODOS SEUS DESAFIOS.







4 comentários:

JORGE LOEFFLER disse...

Lady Laura fiquei assustado com tudo o que vem por aí. E me impressiona tua capacidade de relacionar todos estes fatos que vivi nessa minha longa jornada. Que Deus permita que nunca mais tenhamos esses gorilas desgraçados ferrando este país.
Quanto a Vera Ficher, hoje coroa e um belo pedaço ainda cobiçado por muitos homens. Se a cabeça dela estiver no presente. Digo que é uma linda mulher. Faz 17 anos que voltávamos do Uruguai a Berenice, o Guilherme e eu, quando ela começou a cantarolar a música do Roberto em homenagem ao Caetano e o Guilherme: mãe tu estás moderninha. Perguntei por que e ele disse-me que a música estava nas paradas, quando então expliquei a ele a história desta música e igualmente disse a ele que o que realmente tem qualidade fica, o resto o tempo se encarrega de apagar. Tenho enorme saudade dele, mas a Lagoa da Harmonia o levou, pois certamente Deus assim quis. Vamos ao 2009 com tudo o que ele nos reserva, seja bom ou ruim. Confesso que não dou importância a datas, pois elas ao contrário do que pensamos aqui no ocidente, são bem diferentes se vistas pela ótica da cultura chinesa. Por esta razão não comemoro aniversário, pois se pensarmos um pouco, ao completarmos mais um ano, significa com certeza que teremos pela frente um ano a menos. Aliás, penso que a humanidade tem no fato de não pensar seu maior defeito e por isto ocorrem barbaridades em todos os cantos, a todo o momento e ninguém, ou quase ninguém se manifesta.

Anônimo disse...

Lau, esqueceu dos 60 anos da revolução chinesa, dos 20 da queda do muro de berlim, e dos 200 anos de charles darwin. Li na zero.
mas as tuas datas ~foram bem lembradas. abraço.
mm

Anônimo disse...

Pra tua lista, neste ano em novembro os 40 anos do assassinato de Carlos Mariguella pela policia de sao paulo.


o teólogo

o Olho do Linceu disse...

...é, realmente eliminaram o Carlos Mariguella, que escreveu em 1969 O Mini-Manual(sic)do Guerrilheiro Urbano, para servir de orientação aos movimentos armados...pediu chumbo e levou numa emboscada onde reagiu a ordem de prisão...pena que outros ainda estão por aí, alguns até no poder...