terça-feira, 23 de junho de 2009

ENTREVISTANDO...

Tuane Eggers, 19, lajeadense, estudante de Jornalismo na Univates, tem um olhar diferenciado para a fotografia:

“Entrou na minha vida com a internet, com auto-retratos no www.fotolog.com/_imprevisivel
Mas ao longo do tempo, fui me sensibilizando de varias formas e percebendo melhor o mundo ao meu redor, cada detalhe, acredito que cada um deles é também uma forma de auto-conhecimento.”

Descoberta pelo diretor Esmir Filho, como atriz principal do filme “Os Famosos e os Duendes da Morte”, Tuane vivia na dela “conhecendo coisas que não se conhece nas ruas dessa cidade" e na internet:

“...minha aliada nessa busca e conhecimento de mim, me fez conhecer pessoas incríveis. E antes de atuar no filme Os Famosos... estava sempre vendo filmes, ouvindo muita musica, lendo e fotografando. Nunca havia feito nada em atuação, sequer teatro. Estou na espera de como as coisas vão acontecer. Estou captando todos os conhecimentos possíveis. Quero aprender mais em fotografia e tentar expandir isso, também. Enfim, estou bem aberta a coisas novas.”

E essa cidade...
“Precisa de mais cultura exposta. É uma cidade muito pobre nesse quesito, quem gosta de arte precisa se juntar e pensar em coisas. Vejo as pessoas um pouco fechadas, conservadoras demais. Mas apesar de tudo, é a cidade que eu cresci e onde vivo, é a minha ligação mais forte. Gosto muito da natureza da cidade e arredores.”



“QUESTIONÁRIO PROUST”

Qual é o traço principal do seu temperamento?
Calma externa e ansiedade interna.

Seu maior defeito?
Calma externa e ansiedade interna.

A qualidade humana que você prefere?
Encantamento e todas as outras decorrentes desta.

Seu personagem histórico favorito?
Holden Caufield.

Seus heróis favoritos na vida real?
Todas as pessoas que conseguem sair dos túneis escuros da vida.

O que você gostaria de ter sido?
Uma criança encantada.

Seu ideal de felicidade terrestre?
Saber ver sempre as coisas belas, de qualquer forma.

O cúmulo da miséria?
A estupidez.

Onde você gostaria de viver?
Num lugar onde as pessoas sejam loucas ...

Qual é o dom que você teria gostado de ter?
Do desapego.

Que defeito é mais fácil de perdoar?
Os que vêm de amor.

Seu pintor preferido?
Estou conhecendo e adorando Schiele, o gênio.

Seu compositor favorito é...
Talvez o Caetano.

Sua cor preferida?
Todas, as cores são muito necessárias para os dias.

O que você detesta acima de tudo?
A estupidez, de novo.

Qual é a sua máxima?
Cada dia é uma. A inconstância não tem máximas.

O que você gostaria de fazer agora na sua vida?
Estar numa montanha-russa. Talvez já esteja.


3 comentários:

sara lee disse...

tudaaaa
tudaaaaa
amooooo
amoooooo

Adriana Guivo disse...

o trabalho e a pessoa da tuane é uma das mais felizes descobertas recentes. a poesia de suas fotos são de um prazer profundo, gostaria eu de ter feito as borboletas nos varais. admiro muito.

Gerson disse...

Adriana: "felizes descobertas recentes" nessa cidade oca onde julgam as pessoas pelo carro e bairro.