terça-feira, 25 de janeiro de 2011

RIO TAQUARI AGUARDANDO PROMESSAS...


Quando a gente fala que Meio Ambiente é oba-oba, vitrine ou faz-de-conta, as otoridades responsáveis ficam p... da cara, e nas reportagens por aí citam quem está sempre incomodando.
Meu amigo em Estrela, foi procurado no ano de 2010 para participar do pomposo Programa de Assoreamento do Rio Taquari.
Técnicos estiveram em sua propriedade apontando seu dedo inútil: derrubada de árvores não nativas junto ao leito do rio.
Meu amigo derrubou um ou dois eucaliptos e alguns pé de “uva-japonesa” porque até Setembro o pessoal iniciaria o plantio das arvores nativas. Tudo isso sob os auspícios do Ministério Público da Comarca de Estrela.
O amigo recebeu termo de compromisso com a lista de árvores que serviriam para o replantio e se ofereceu para ele mesmo plantar, já que plantou mais de duas mil árvores nos seus 9 hectares, entre quaresmeiras, manacá-da-serra, camboatás, araucárias e muitas outras. Não foi autorizado. "Trabalho para técnicos."

Até domingo último NINGUÉM retornou a sua propriedade.
Minha conclusão: se o Meio Ambiente depender do oficialismo, o plantio de arvores... sifu.

2 comentários:

JORGE LOEFFLER .'. disse...

Pois é Laura o MP faz das suas também. Em muitos casos se intromete até mesmo onde não é chamado. Exemplo: volta e meia resolve exercer a função da Polícia Judiciária para tal investigando crimes. E aí comete um absurdo, pois desvia servidores da polícia ostensiva para tal fim. Neste momento contribui para que as comunidades fiquem sem policiamento. Esse é o nosso MP que quer abraçar tudo com apenas dois braços.

Laura Peixoto disse...

http://cibercolonia.blogspot.com/